Não se deixe convencer por dietas drásticas. Para que possa perder peso com maior facilidade e de uma maneira muito mais sustentável a longo prazo, deve fazer, diariamente, uma alimentação equilibrada, beber pelo menos um litro e meio de água por dia e praticar desporto com alguma regularidade, nem que seja fazendo caminhadas diárias ou até mesmo semanais, desde que mais prolongadas se forem menos espaçadas. Esta informação está, no entanto, longe de ser nova para si.

Para além de moderar a quantidade de alimentos que ingere ao longo do dia e de fazer versões muito mais light das receitas tradicionais, caso não lhes consiga mesmo resistir, deve privilegiar o consumo de ingredientes alimentares que estimulem e acelerem o processo de emagrecimento. Só assim conseguirá ver o ponteiro da balança descer e sentir as roupas que veste mais largas. Descubra, de seguida, meia dúzia de alimentos a incluir ou a reforçar na sua alimentação quotidiana.

1. Chá verde

Esta bebida, muito apreciada pelos portugueses, contém catequinas, substâncias que inibem a fragmentação das gorduras e que, em conjunto com a teína, aceleram o metabolismo, aumentando a queima natural de gorduras.

2. Salmão

É, à semelhança de outros peixes ricos em ómega-3, que também deve consumir com regularidade, rico em ácidos gordos. Estas substâncias naturais aumentam a capacidade das células queimarem calorias.

3. Pimenta

São muitos os nutricionistas que recomendam o consumo desta especiaria. Ao adicionar ingredientes como a pimenta, a malagueta, o piripíri e a mostarda aos seus pratos está a aumentar as calorias que o organismo queima durante a digestão.

4. Leite magro

Ao fazer uma ingestão de cálcio adequada, que ronde os 1.000 a 1.200 miligramas por dia, o seu organismo prefere queimar gorduras. Quando não o faz, opta por armazená-las. Se não gosta de leite, pode optar por outras fontes de cálcio, desde que magras.

5. Azeite

Apesar de ser um alimento com um elevado teor de gordura, aumenta o metabolismo das células gordas, promovendo a eliminação de gorduras e evitando a sua acumulação nas zonas críticas.

6. Cereais integrais

Os hidratos de carbono complexos são a melhor maneira de abastecer o organismo de manhã e de elevar o seu índice metabólico. Também são muitos os especialistas que recomendam a sua ingestão após os treinos desportivos.

7. Pepino

É um legume que gera calorias negativas. O organismo gasta mais calorias a digeri-lo do que as que este alimento fornece, o que acaba por ser uma vantagem. O mesmo acontece com a cenoura, a couve-flor, a cebola, a beterraba, a maçã, a melancia e os brócolos, frutas e legumes que deve privilegiar na sua alimentação quotidiana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.