O que ficámos a saber hoje em Portugal?

- Mais 31 mortes e 349 casos

Portugal regista hoje 535 mortes associadas à COVID-19 e 16.934 infetados, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Relativamente a domingo, há um aumento de 31 mortes (subida percentual de 6,2%) e 349 casos confirmados (aumento percentual de 2,1%).

- Nova orientação da DGS admite uso de máscaras por todas as pessoas em espaços fechados

Numa orientação publicada hoje, a Direção-Geral da Saúde admite o uso de máscaras por todas as pessoas que permaneçam em espaços interiores fechados com várias pessoas, como medida de proteção adicional ao distanciamento social, à higiene das mãos e à etiqueta respiratória.

- Levantamento do cordão sanitário em Ovar só quando houver certezas, diz ministra

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou hoje que a decisão sobre o levantamento do cordão sanitário no concelho de Ovar só será tomada quando se tiver a certeza de que se está “a ir no sentido certo”.

- Voltar ao trabalho de máscara entre outras medidas: personalidades pedem regresso controlado da economia

Profissionais de saúde, empresários e gestores apelam ao regresso controlado do funcionamento da economia e propõem uma série de medidas como o uso generalizado de máscaras e das novas tecnologias para controlar uma nova vaga de infeções por COVID-19.

O que ficámos a saber hoje no resto do mundo?

- Novo coronavírus é dez vezes mais letal que o vírus da gripe A

O novo coronavírus - o SARS-CoV-2 - é dez vezes mais letal do que o vírus responsável pela gripe A (H1N1), surgido no final de março de 2009 no México, disseram esta segunda-feira as autoridades da Organização Mundial da Saúde (OMS), pedindo uma suspensão "lenta" do confinamento mundial. "Os dados recolhidos em vários países dão-nos uma imagem mais clara deste vírus, do seu comportamento, da maneira de contê-lo. Sabemos que a COVID-19 se espalha rapidamente e sabemos que é letal: dez vezes mais do que o vírus responsável pela pandemia de gripe de 2009", declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em conferência de imprensa virtual a partir de Genebra, mensagem que foi republicada depois no Twitter.

- Itália ultrapassa os 20 mil mortos

Itália atingiu hoje as 20.465 mortes associadas ao novo coronavírus, ao ter contabilizado 566 óbitos nas últimas 24 horas, um número superior aos 431 registados no domingo, divulgaram hoje as autoridades italianas. O número diário de óbitos divulgado no domingo (431) pela Proteção Civil italiana tinha sido o mais baixo registo em três semanas.

- Reino Unido com 717 óbitos e mais 4.342 contágios nas últimas 24 horas

O número de mortes no Reino Unido devido à pandemia de COVID-19 aumentou para 11.329, com mais 717 óbitos nas últimas 24 horas, indicou hoje o ministério da saúde britânico.

- França prolonga confinamento obrigatório até 11 de maio: 15 mil mortos e 100 mil contágios

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou hoje que o confinamento em França vai durar até 11 de maio, apesar de "haver esperança" quanto ao fim da pandemia no país. A França registou mais 335 mortos em meio hospitalar e 239 nos lares nas últimas 24 horas devido à pandemia, somando 14.967 mortos desde 1 de março de 2020, segundo os dados oficiais hoje divulgados. Há 32.113 pessoas hospitalizadas em França devido à COVID-19 e 6.821 destes pacientes estão nos cuidados intensivos. França registou até agora 98.076 casos de contágios pelo novo coronavírus.

- Alemanha prepara suspensão de restrições de forma progressiva

A Alemanha prepara-se para suspender gradualmente as restrições relacionadas com a nova epidemia de coronavírus, aproveitando uma situação menos dramática do que a que se vive noutros países europeus. O número de infetados com COVID-19 curados nas últimas 24 horas (4.000) supera o registo de novas infeções na Alemanha (2.537), anunciou o Instituto Robert Koch (RKI), que regista um total de 123.015 casos.

- Total de mortos ultrapassa os 10 mil em Nova Iorque

O total de mortos pelo novo coronavírus em Nova Iorque, epicentro da pandemia nos Estados Unidos, passou dos 10.000, segundo informações divulgadas esta segunda-feira (13.04) pelo governador nova-iorquino, Andrew Cuomo.

Os Estados Unidos registaram 1.514 mortes nas últimas 24 horas, elevando para 22.020 o número total de mortos, de acordo com um relatório divulgado ontem pela Universidade Johns Hopkins.

- China regista 108 novos casos, número mais alto desde março

A China registou 108 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, incluindo dez de contágio local, o número mais alto desde 28 de março, informou hoje a Comissão de Saúde do país.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.