O transporte repetido de uma mochila pesada pode condicionar, no futuro, problemas graves para as costas das crianças. Para além das dores nas costas de que provavelmente as crianças se queixam no dia-a-dia, este hábito pode provocar um desgaste acrescido da coluna vertebral da criança ao longo do tempo, prejudicando gravemente a sua saúde a longo prazo. Mas as mochilas não são o único motivo de preocupação. Pedimos ajuda ao ortopedista Jorge Alves para nos esclarecer algumas dúvidas sobre a postura das crianças.

Os programas escolares hoje em dia debruçam-se o suficiente sobre temas da promoção da saúde, nomeadamente sobre a importância de uma postura saudável?

A existência de uma disciplina de Educação Física nos programas escolares é um sinal de que há uma preocupação por parte do Ministério da Educação em promover a prática regular de exercício físico nas escolas. Todos sabemos a importância do exercício físico para o desenvolvimento dos alunos e promoção da sua saúde, viabilizando o seu bem-estar físico, mental e social.

Dores de costas? Alivie-as com estes exercícios
Dores de costas? Alivie-as com estes exercícios
Ver artigo

Relativamente às questões posturais, desconheço medidas específicas para tentar lidar com o assunto, com excepção de um projeto de investigação que se desenvolveu num agrupamento de escolas em Penafiel, no qual estão a ser utilizadas mesas e cadeiras ajustáveis à altura dos alunos, para que, de facto, possam ter uma postura mais correcta. O projecto é liderado pela professora Emília Alves.

Como explicar a uma criança que é importante ter cuidado com as costas?

A partir do momento em que sabem que a coluna é a base de sustentação da nossa cabeça, tronco e braços, que protege a medula e os nervos que nos permitem mexer e que é uma estrutura que permite um elevado grau de mobilidade, torna-se fácil para eles perceberem que é muito importante tratá-la bem.

Os melhores exercícios são aqueles que promovem o reforço dos principais músculos estabilizadores da coluna, nomeadamente o multifidus e o transverso do abdómen

Qual a dimensão do problema das mochilas escolares?

O problema é transversal à nossa sociedade e de difícil resolução. Apesar de todas as campanhas de sensibilização que têm sido promovidas por várias entidades, continuamos a ver, mesmo nas nossas próprias casas, os miúdos a carregarem mochilas com mais de 10 quilogramas. O problema está identificado, mas, na prática, pouco tem sido feito para o resolver.

O frio aumenta as dores de costas? Médico tira-nos as dúvidas
O frio aumenta as dores de costas? Médico tira-nos as dúvidas
Ver artigo

Como é que o exercício físico pode ser o melhor amigo da coluna na infância?

A coluna é estruturalmente composta por ossos, discos intervertebrais e ligamentos. No entanto, sem a ação dos músculos, não funciona de modo adequado. O exercício físico promove o bom funcionamento dos componentes musculares, e além disso, permite o controlo do peso corporal, evitando assim a sobrecarga mecânica sobre a coluna.

Quais os melhores exercícios para a coluna?

Os melhores exercícios são aqueles que promovem o reforço dos principais músculos estabilizadores da coluna, nomeadamente o multifidus e o transverso do abdómen.

A perda do alinhamento normal da coluna, com desnivelamento dos ombros, assimetria nos contornos da cintura e de uma bossa/giba na parte de trás do tórax também constituem sinais de alarme

Quais os piores exercícios para a coluna?

Todos aqueles que envolvam elevado risco de queda ou de contacto violento, pois uma lesão traumática da coluna pode ter consequências graves, nomeadamente tetraplegia ou paraplegia. Aqueles desportos que implicam rotações bruscas da coluna, como o golfe ou o ténis, também são arriscados.

O reiterado carregamento de pesos como o halterofilismo, ou então desportos em posições sentadas e com transmissão de forças de vibração à coluna, como o BTT e o ciclismo.

Tem dores de costas? 10 conselhos médicos para manter a coluna saudável
Tem dores de costas? 10 conselhos médicos para manter a coluna saudável
Ver artigo

Quais os sinais de alarme na infância?

Dor que persiste no tempo, que está sempre presente e não alivia, que agrava durante a noite, que é acompanhada por alterações neurológicas (perda de força ou de sensibilidade nos braços ou pernas), ou com sintomas constitucionais (febre, perda de apetite, perda de peso).

A perda do alinhamento normal da coluna, com desnivelamento dos ombros, assimetria nos contornos da cintura e de uma bossa/giba na parte de trás do tórax também constituem sinais de alarme.

Como é que os pais podem acompanhar o desenvolvimento saudável da coluna dos filhos?

Estando atentos aos sinais de alarme já descritos, os pais podem acompanhar o desenvolvimento saudável da coluna dos filhos promovendo a prática regular de exercício físico, uma alimentação equilibrada e o controlo ponderal. Cuidados posturais e com a ergonomia do local de estudo também são importantes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.