1. Não leve para a praia coisas desnecessárias

A maioria dos sacos de praia não estão preparados para levar muito peso. Trocar um saco de praia por uma mochila de alça dupla pode fazer a diferença, uma vez que o peso será distribuído de igual forma, garantindo um bom apoio nas costas. A forma como são organizados os objetos também é relevante: coloque primeiro os objetos mais pesados, ocupando a parte central da mochila. Se se tratar de uma mochila com várias bolsas, o peso deve ser dividido. No caso de transportar cadeiras para a praia, as ideais são as que podem ser transportadas com alças. É importante relembrar que o peso da carga não deve ser superior a 10% do peso corporal.

Estes 6 erros comuns estão a dar-lhe cabo das costas
Estes 6 erros comuns estão a dar-lhe cabo das costas
Ver artigo

2. Evite posições que exijam muito esforço da coluna

O gesto comum de deitar na toalha de praia na areia é um dos mais prejudiciais para as costas. É importante perceber que a areia não se molda em função da estrutura ergonómica do corpo e as covas e relevos que a areia possui não são bons para o bem-estar da coluna vertebral. Evite ficar mais de 30 minutos na mesma posição na toalha e evite deitar-se de barriga para baixo, pois esta posição força o pescoço a estar num ângulo total para a esquerda ou para a direita, o que acaba por levar à acumulação de tensão nessa zona e também nas costas. O ideal será ter sempre uma almofada para apoiar a cabeça ou estar deitado numa espreguiçadeira.

3. Sente-se confortavelmente

Mesmo estando na praia, as pessoas devem sentar-se de forma de confortável, mas correta. Sentar-se com as costas direitas e com uma postura correta é fundamental para eliminar as dores nas costas e no pescoço, uma vez que a circulação sanguínea passa a ser completa e os músculos perdem a tensão acumulada, responsável por incómodo e dor. A postura das costas deve ser reta, de forma a manter a curvatura normal da coluna, e os ombros devem encontrar-se levemente para trás.

4. Não fique muito tempo na mesma posição

Deve evitar estar muito tempo na mesma posição, nomeadamente passar demasiado tempo em pé. Ficar na mesma posição durante muito tempo pode tornar a coluna vertebral mais rígida, aumentando a tensão muscular e as dores nas costas. Devemos exercitar os vários músculos do corpo, por exemplo, ao trocar o pé de apoio ou esticar os braços para alongar os músculos.

5. Faça caminhadas, mantenha-se em movimento

Aproveite o bom tempo para caminhar na praia ou no campo e manter-se em movimento. Nas caminhadas evite calçar chinelos e sandálias rasas, pois este tipo de calçado reto não fornece apoio suficiente à coluna. Prefira sapatos com até 2 cm de altura na sola.

Tem dores nas costas? 10 dicas para que a mala não seja um pesadelo
Tem dores nas costas? 10 dicas para que a mala não seja um pesadelo
Ver artigo

6. Aproveite para fazer desporto

O verão é a altura ideal para praticar mais desporto, em especial, ao ar livre. Assim, pode aproveitar para andar de bicicleta, praticar pilates ou qualquer outra atividade física no mínimo 3 vezes por semana. A prática de atividade física moderada ajuda a prevenir as dores, sendo importante manter ou aumentar a flexibilidade muscular, tanto das costas como do resto do corpo.

7. Tenha cuidado com os mergulhos

Os mergulhos podem ser perigosos e provocar lesões irreversíveis na coluna vertebral, tendo um impacto significativo na qualidade de vida. Tenha atenção à posição adotada durante o mergulho, mas também ao local onde o realiza, devido à profundidade e potencial existência de rochas. Os mergulhos, apesar de desvalorizados, são hoje a terceira causa de lesões na espinal medula (depois dos acidentes viação e das quedas de grandes alturas, como no caso de acidentes de trabalho).

8. Apanhe sol (moderadamente)

Apanhar sol, moderadamente, é uma componente fundamental para a saúde e funcionamento do nosso corpo. É através dos raios do tipo ultravioleta B, que o nosso organismo obtém a vitamina D, que por sua vez facilita a absorção de cálcio e fortalece os ossos, evitando lesões na coluna.

9. Cuidado com as brincadeiras perigosas

À semelhança dos mergulhos, também é preciso ter atenção às brincadeiras que acontecem na praia, em particular no caso das crianças. Os saltos e “andar às cavalitas”, por serem movimentos repentinos e inesperados, podem criar lesões. Tenha especial atenção também às quedas em piso escorregadio junto às piscinas.

10. Evite viagens longas

Viagens que impliquem deslocações maiores podem ser reflexo de mais bagagem, logo, mais peso. Divida o peso por mais do que uma mala e prefira malas com rodas para poupar as suas costas e ombros. Se tiver de fazer uma viagem longa de carro faça pausas a cada duas horas e aproveite para caminhar um pouco. Numa viagem de avião se dormir durante a viagem opte por uma almofada de apoio para o pescoço e para aliviar a tensão provocada por estar muito tempo sentado, posicione uma almofada na lombar e levante-se para exercitar as pernas quando possível.

Os conselhos são do médico Bruno Santiago, especialista em Neurocirurgia e coordenador da Campanha "Olhe pelas suas costas".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.