O novo coronavírus já matou 4.032 pessoas neste país transalpino. Em 24 horas morreram 627 pessoas.

Os dois primeiros óbitos no país registaram-se a 22 de fevereiro, há menos de um mês, o que mostra a escalada veloz da mortalidade do COVID-19 em território italiano.

No total, Itália já contabilizou até ao momento 47.021 casos de infeção por COVID-19. Dessas, 37.860 mantém-se ativas.

Apenas, 5.129 pessoas recuperaram, segundo dados do boletim epidemiológico italiano divulgado esta sexta-feira. Em estado crítico permanecem 2.655 pessoas.

A Lombardia, no Norte, continua a ser a região mais afetada, com 2.549 óbitos até ao momento.

Recomendações da DGS

A DGS acompanha a situação da expansão do novo coronavírus e recomenda:

  • Em Portugal, caso apresente sintomas de doença respiratória e tenha viajado de uma área afetada pelo novo coronavírus, as autoridades aconselham a que contacte a Saúde 24 (808 24 24 24). Caso se dirija a uma unidade de saúde deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.
  • Evitar o contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas; evitar o contacto próximo com quem tem febre ou tosse;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes, com detergente, sabão ou soluções à base de álcool;
  • Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir;
  • Evitar o contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos;
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo);
  • Evitar o consumo de produtos de animais crus, sobretudo carne e ovos;
  • Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país onde se encontra.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção por COVID-19 em território nacional para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira. O número de mortos no país subiu para seis e das pessoas infetadas em Portugal, cinco recuperaram.

Pandemia alastra em todo o mundo. Apenas na China não há novos casos

A China é o único país afetado pela pandemia de COVID-19 que não apresenta novos casos há dois dias consecutivos.

Ao todo, já morreram em todo o mundo 11.186 pessoas e há mais de 275 mil casos contabilizados. Menos de um terço recuperou (cerca de 90 mil).

Itália (4,032) é o país com mais mortes por COVID-19, à frente da China (3.248), Irão (1.433) e Espanha (1.041).

A doença parece estar a infetar as pessoas a um ritmo mais rápido: os primeiros 100.000 casos demoraram três meses a aparecer, mas os segundos surgiram num intervalo de apenas 12 dias, adverte a Organização Mundial de Saúde que alerta para a rápida propagação da pandemia.

Devido à pandemia, foram vários os Estados-membros da UE que adotaram medidas para promover o isolamento social, tentando assim conter o surto. Portugal incluído.

A doença já se alargou a 176 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar a situação como de pandemia.

Estado de Emergência: as principais medidas do governo para travar o COVID-19
Estado de Emergência: as principais medidas do governo para travar o COVID-19
Ver artigo

Portugal em Estado de Emergência

Governo reuniu-se em Conselho de Ministros para debater as medidas de apoio social e económico para a população afetada pela pandemia de COVID-19, depois de na quinta-feira ter apresentado um primeiro lote de medidas de concretização do estado de emergência.

Assembleia da República aprovou na quarta-feira o decreto de declaração do estado de emergência que lhe foi submetido pelo Presidente da República com o objetivo de combater a pandemia de Covid-19, após a proposta ter recebido pareceres favoráveis do Conselho de Estado e do Governo.

Portugal está em estado de alerta há uma semana e o Governo colocou os meios de proteção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão. Entre as medidas para conter a pandemia, o Governo suspendeu as atividades letivas presenciais em todas as escolas desde segunda-feira e impôs restrições em estabelecimentos comerciais e transportes, entre outras.

COVID-19: Todos os países que declararam estado de emergência nas últimas semanas
COVID-19: Todos os países que declararam estado de emergência nas últimas semanas
Ver artigo

O Governo também anunciou o controlo de fronteiras terrestres com Espanha, passando a existir nove pontos de passagem e exclusivamente destinados para transporte de mercadorias e trabalhadores que tenham de se deslocar por razões profissionais.

Governo declarou na terça-feira o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar, onde foi decretada quarentena geográfica.

O município de Espinho, contíguo por terra e por mar ao concelho de Ovar, alertou hoje que o cerco sanitário imposto ao território vizinho "está sistematicamente a ser furado", ponto em risco as populações locais.

Veja em baixo o mapa interativo com os casos de coronavírus confirmados até agora

Se não conseguir ver o mapa desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, siga para este link.

Acompanhe ao minuto os efeitos do COVID-19 no país e no mundo

Os vírus e os coronavírus: quais as diferenças?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.