Câncer-Carneiro

A Lua, por vezes, torna o Câncer melancólico, mas se isso não acontecer esta união é mais fácil. Por seu lado, o Carneiro é demasiado impulsivo para o sensível Câncer. Há que haver uma cedência mútua para que resulte num entendimento perfeito, pois de outro modo podem surgir conflitos. O Câncer é inseguro, tímido, introvertido e irá ter algumas dificuldades em aceitar a impetuosidade do Carneiro, mas como tem um coração meigo e generoso, acabarão por se entender. Caso os seus sóis natais estejam em quadratura (o que se verifica se nascerem em dias aproximados do respectivo mês de nascimento), terão de se proteger dessa influência agindo com amor, paciência e compreensão.

Se o homem for Câncer, deverá não ter segredos para com a sua mulher Carneiro, se não, ela sentir-se-á insegura e desequilibrada emocionalmente. O Câncer, fortemente influenciado pela Lua, está sujeito a profundos estados de tristeza e precisa de segurança. O Carneiro, que tem uma relação de cumplicidade com a Lua e é muito romântico, vai proporcionar-lhe essa segurança de que o Câncer tanto anseia. Umas das grandes dificuldades da ligação entre estes dois Signos é que ambos são egocêntricos, e possuem fortes personalidades. A mulher Carneiro deverá conter os seus ímpetos para não ferir a sensibilidade do homem Câncer, assim como a sua susceptibilidade.

Se a mulher for Câncer, tenderá a abafar, com a sua possessividade, o homem Carneiro que a todo custo fará para se livrar dessa pressão. Para a mulher Câncer a família é importante, e como é muito sensível, o egoísmo e a posição dominadora do Carneiro pode, por vezes, trazer-lhe sofrimento. No entanto, como têm interesses familiares e emocionais comuns, a ligação pode ser duradoura, mas na condição de haver concessões de parte a parte.

Câncer-Touro

Ambos apreciam a vida doméstica e em família mas podem depender um do outro para partilharem as longas noites de Inverno. No entanto o Touro deverá ser amistoso e persuasivo se o Câncer entrar em depressão. Como são um Signo do elemento Terra e outro do elemento Água, há uma boa compatibilidade entre ambos podendo resultar numa relação feliz. A Lua, que é o planeta de Câncer está em exaltação no Signo de Touro, de forma que o homem Touro é o marido por excelência para a mulher Câncer pois dá-lhe a segurança material e o afecto que ela tanto necessita. Os seus gostos são muito idênticos, ambos respeitam as tradições, amam a família e as crianças, apreciam a boa mesa e têm o sentido da propriedade. O homem Touro esforça-se a trabalhar e a mulher Câncer governa o lar.

De igual modo, se a mulher for de Touro e o homem pertencer ao Câncer, os gostos iguais unem-nos. Podem viver durante muito tempo numa felicidade calma e tranquila. O homem Câncer gosta de dar ordens mas ele não deverá dominar a mulher Touro, pois ela preza muito a sua independência. Ela, apesar de afectuosa, gosta de homens que respeitem as mulheres. Uma coisa em que o Touro tem dificuldade em entender no Câncer é essa influência que a Lua tem nele e que o faz passar da alegria para a tristeza sem qualquer razão aparente, mas como o Touro é muito equilibrado nos momentos críticos, beneficia muito o Câncer dando-lhe força e protegendo-o. Como ambos possuem uma grande força interior, facilmente vencem as adversidades e ultrapassam as fases difíceis. Sexualmente entendem-se muito bem. Ambos são afectuosos, ternos, mimam-se antes, durante e depois de fazerem amor, não dando pelo passar do tempo. Se a relação que o Câncer tem com a mãe for superada, quer dizer que o cordão umbilical foi cortado, pois, em caso contrário, se houver uma fixação à mãe por parte do Câncer, o Touro deverá ser muito paciente e inteligente, unindo-se à mãe e não se pondo contra ela, para que a relação resulte o melhor possível.

 Veja mais combinações na página seguinte

Câncer-Gémeos

Na relação entre um Câncer, amigo do lar e do conforto do calor da lareira, e um Gémeos, que goste de sair, alguém terá de ceder para manter vivo o amor. Porém, os seus elementos, Água do Câncer e Ar de Gémeos, não são completamente incompatíveis, ambos são adaptáveis, fluidos, subtis e muito curiosos. Câncer é muito minucioso e não se esquece das coisas importantes que gosta de comemorar. Já o Gémeos é capaz de se esquecer até do seu próprio aniversário. O Câncer, com a sua imaginação bastante colorida, atrai a atenção do Gémeos, que gosta de ouvir histórias, e o primeiro conta-as maravilhosamente. Mas, apesar destes encontros apaixonados, uma coisa que pode dar azo a fricções é que o Gémeos não dá segurança ao Câncer, e este tem muita necessidade dela. A versatilidade e sedução do Gémeos põe o Câncer muito nervoso e ciumento fazendo com que se torne possessivo. Se o Câncer perceber que o Gémeos é um signo «mutável» e confiar nele, tiver paciência com a sua necessidade de querer conhecer tudo, este voltará sempre para o seu querido Câncer, terno e protector, fazendo-o participar das suas vivências e aventuras. O Câncer despertará as emoções que o Gémeos, muitas vezes, tem reprimidas, ajudando-o a enriquecer a sua personalidade. O Gémeos com o seu dom da palavra, vai, por sua vez, ajudar o Câncer a transmitir verbalmente a sua sensibilidade, a sair da sua carapaça, e a não ter medo de se mostrar tal e qual é.

Sendo a mulher Gémeos e o homem Câncer, a ligação pode ser boa, pois apesar da geminiana ser extrovertida e ter necessidade de liberdade, o Câncer sente-se atraído por ela. E, como romântico que é, tem tendência em conservá la, estabilizá-la e dar-lhe toda a felicidade. Sendo Signos vizinhos, a ligação pode ser duradoura se a geminiana for suficientemente madura para dar um lar ao Câncer. Por sua vez, este tende a prendê-la com as suas pinças, mas ela precisa de liberdade e irá ficar nervosa.

Ao contrário, a relação entre um homem Gémeos e uma mulher Câncer, é uma ligação um pouco difícil, porque ele, o eterno jovem, deseja liberdade, os contactos com os amigos, a vida mundana, e ela, que deseja a sua intimidade afectiva e familiar, acaba por abafar o Gémeos, deixando-o deprimido. Melhores possibilidades podem ocorrer se o homem for mais velho. Serão sujeitos a disputas e reconciliações, que poderão ser superadas se o casal tiver mais maturidade. É necessário que façam concessões para que a ligação perdure, mas, se houver uma separação, poderão ficar amigos.

Câncer-Câncer

Ambos se compreendem mutuamente, partilham os mesmos sentimentos, choram no ombro um do outro, mas também, influenciados pela  Lua, têm acessos de mau humor, mudanças inesperadas e quando ela está cheia podem sofrer crises de melancolia ou, pelo contrário, serem românticos, sonhadores e sentirem uma atracção especial um pelo outro. O quarto minguante também os irá afectar tornando-os indolentes, preguiçosos, com falta de energia, de modo que as suas vidas são cheias de altos e baixos, alegrias e tristezas, mas sempre muito voltadas para o passado. Em comum também têm o gosto pelas viagens, pela boa mesa, o desejo de ganharem dinheiro, mas o pior é que ambos também têm os seus conflitos e acabam escondendo-se nas suas carapaças não querendo dar o braço a torcer. Terão de ter a maior cautela para não ferir reciprocamente os seus sentimentos. Ambos precisam de um clima quente e terno na hora do amor, a não ser na Lua Cheia que os incentivará a viverem uma enorme paixão. Também na vida doméstica os gostos são comuns, o que os fará passar muitos serões nos braços um do outro.

Sendo  de um  Signos de Água é evidente a sua compatibilidade. Introvertidos, sensíveis, eles têm a cumplicidade de dois irmãos que não precisam de falar para se compreenderem. Amam a família e os filhos e são capazes de construir um lar confortável. São  possuidores de fortes personalidades e um tanto dominadores, e tudo irá bem se for a canceriana a submeter-se, se não serão de prever algumas discussões e jogos de poder. É possível que um dos dois se sinta ainda muito ligado à sua família original e não tenha a mesma propensão para a família do cônjuge, mas regra geral o bom entendimento é igual para com as duas famílias. Mais do que tudo eles dependem um do outro.

 Veja mais combinações na página seguinte

Câncer-Leão

Diferentes tal como o Sol e a Lua que os rege, são no entanto complementares. Câncer admira a força e a vitalidade do Leão. Este, por sua vez, encanta-se com a intuição e sensibilidade do Câncer, mas por vezes a Água do Câncer pode apagar o Fogo do Leão ou, vice-versa, o Fogo do Leão faz evaporar a água do Câncer se não proceder da melhor forma. Podem manter-se juntos mas também se podem destruir, o que muitas vezes acontece. O Leão não suporta as mudanças de humor do Câncer e este, por sua vez, pode não ser tão carinhoso e afectuoso com o Leão, como ele desejaria. Esta relação pode ser complicada, no entanto será fascinante e atraente se conseguirem ultrapassar os atritos dos primeiros tempos. O Leão tem dificuldade de entender o que o Câncer esconde debaixo da carapaça e isso preocupa-o. O Sol do Leão governa o dia e a Lua do Câncer governa a noite. Deste modo os dois gostam de mandar, mas o canceriano pode levar a melhor pois é um verdadeiro líder, e o Leão não gosta nada de ser comandado. Sexualmente também se completam. O Câncer contribui com a sua sensibilidade e poesia e o Leão com a sua paixão e impetuosidade. Se assim for, poderão ter relações maravilhosas, especialmente na Lua Cheia.

Se a mulher for Câncer e o homem Leão, ela de um Signo «feminino» e ele de um Signo «masculino», entendem-se bem, o que é preciso é que as regras de ambos fiquem bem definidas. A canceriana ama a noite e vive das lembranças do passado. O Leão, extrovertido, seguro de si, aprecia o mundanismo e o dia. Podem formar um par harmonioso se a canceriana se submeter ao Leão, que gosta de dominar, mas que também a protege. Podem existir entre ambos lutas de poder que por vezes levam Leão a encolerizar-se, originando tendência para a separação, mas o amor pelos filhos irá fazer com que fiquem unidos por muito tempo.

No caso do homem Câncer e da mulher Leão a ligação será mais difícil, pois a princípio o canceriano fica fascinado pela leonina, mas com o tempo vai achá-la agressiva e autoritária. Esta, maternal como é, tenta dominá-lo, mas ele escapa-se nos seus sonhos. O canceriano pode ser um tanto infiel, mas se a leonina o prende ele deixa. Por seu turno ela adora ser admirada e não posta de parte. A leonina é sensível ao prestígio social e, se o canceriano for rico, ela pode tentar fingir que não percebe, e fechar os olhos às suas infidelidades se não forem muito evidentes. No entanto poderão existir irritações, discussões coléricas e até alguma violência recíproca que poderá levar à ruptura da relação. No entanto, consoante os seus temas natais, os interesses familiares falarão mais alto e a ligação poderá ser duradoura.

Câncer-Virgem

Virgem, Signo do elemento Terra, tem necessidade da Água do Câncer, daí o darem-se tão bem. Por seu lado, Câncer também precisa dos pés assentes na terra que o Virgem lhe proporciona para não se deixar embalar excessivamente pelos seus sonhos. Têm muito em comum como o gostar de trabalhar, de amealhar, e como o Câncer é intuitivo e o Virgem tem sentido prático e é inteligente, podem amealhar grandes fortunas. Um pequeno contra é o Câncer ser meigo e sensível e o Virgem ser mais racional e poder criticar o canceriano quando este está de mau humor. Têm de usar de toda a sua compreensão para se entenderem bem. A sexualidade entre ambos está longe de ser uma paixão efémera, e constitui um amor profundo e ilimitado. O Virgem entende bem o amor do Câncer que, por sua vez, o rodeia com a força e intensidade dos seus sentimentos, fazendo com que se sintam tão envolvidos um com o outro que seria difícil de imaginar. O Câncer é possessivo e desconfiado e aí está um grande problema pois pode aborrecer o Virgem com os seus ciúmes e inquisições, e este, que preza a sua liberdade, começa por reclamar suavemente e depois com sonoras réplicas. Para que o Virgem não fuja de vez, o canceriano terá de ter mais calma e não abafar tanto o seu parceiro. No entanto, este grande amor tem possibilidades de persistir por muito tempo, mesmo até que «a morte os separe».

Sendo o homem de Câncer, ele é regido pela Lua, e como tal sensível e terno, encontrando uma boa aceitação por parte da virginiana. Ambos tranquilos, necessitando de estabilidade e segurança afectiva, formarão um par feliz e sem problemas. Porém, o canceriano é dominador e gosta de mandar, ao que a virginiana não atende pois só faz o que tinha planeado. O canceriano pode ser, por razões profissionais, um tanto infiel, o que fará sofrer a virginiana, no entanto ela é-lhe tão devotada e tolerante que finge não perceber.

Sendo a mulher Câncer e o homem Virgem, este irá apaixonar-se por ela, que por sua vez o protege com o seu amor maternal. Sendo ambos Signos «femininos», são muito sensíveis, introvertidos, e desejam ter uma vida tranquila, sem surpresas, sem sobressaltos, enfim, sem tumultos. Construtivos sob o ponto de vista material, normalmente é ela que assume as responsabilidades familiares, pois ele pode ser mais imaturo; todavia isso poderá fazê-lo revoltar-se contra o domínio dela. Podem surgir rupturas na relação, mas sempre com possibilidades de reconciliação.

Veja mais combinações na página seguinte

Câncer-Balança

São dois Signos que se atraem pelo fascínio dos opostos, apesar de terem valores e formas de viver totalmente diferentes. Balança representa o pensamento enquanto que o canceriano representa o sentimento que não entende a lógica. O Balança é objectivo e depende essencialmente dessa mesma lógica. A Água, elemento de Câncer, sente-se atraída pelo elemento Ar de Balançae, se forem capazes de parar de se degladiarem, poderão enriquecer-se aprendendo um com o outro. Balança é um sedutor nato, e isso pode provocar ciúmes no Câncer logo que este se ausente para uma viagem sem o seu parceiro. Se assim não fosse a vida deles seria um mar de rosas. As suas posições na roda do Zodíaco são de «quadratura», o que pode criar algumas tensões, até porque a Balança é optimista e o Câncer, principalmente nas mudanças de Lua, tende para o pessimismo. O que para esta relação é bom é o entendimento dos seus regentes, Vénus de Balança e Lua de Câncer, que lhes proporcionará umas felizes relações amorosas, sentimentais e românticas. O seu primeiro encontro será inesquecível devido ao amor do Câncer e à ternura e imaginação da Balança. Se souberem superar as suas diferenças têm muito a aprender um com o outro.

O homem Balança como grande romântico que é, e necessitando de afecto, sente-se atraído pela canceriana. Ambos de forte personalidade têm, como Signos «cardeais» que são, os mesmos defeitos mas estilos de vida diferentes, o que pode com o tempo dar origem a divergências. O Balança tem tendência para a infidelidade, o que faz a canceriana refugiar-se na sua carapaça e nos seus sonhos. Será uma relação com altos e baixos mas os interesses materiais e familiares poderão evitar a separação.

No caso do homem ser Câncer, este fica encantado com a beleza da sua Balança. Ambos apreciam o conforto do lar, onde dão largas ao seu romantismo e sentimentalismo. Contudo, têm naturezas diferentes. O Câncer, introvertido, sonha com uma vida familiar tranquila, enquanto a mulher Balança, extrovertida e sedutora é mais tentada pela vida social. O canceriano é dominador, de modo que toma as decisões pelos dois. Ele deveria dar mais liberdade à libriana para ela poder fazer a vida social que tanto ama, para que a relação perdure. Ambos possuidores de fortes personalidades, dão ordens um ao outro o que provoca uma certa instabilidade.

Câncer-Escorpião

Por serem ambos Signos do elemento Água, estão sujeitos a uma forte atracção logo ao primeiro encontro, com probabilidades de formarem um par para toda a vida. O entendimento mútuo é intuitivo e, apesar de, aparentemente, serem frios, quando exteriorizam as suas emoções, vivem um amor e uma sexualidade plenas, que os pode levar à paixão total. O Escorpião é o melhor dos amantes e o Câncer, o que mais quer é ser amado e, como ambos necessitam de constantes manifestações de afecto, o seu relacionamento pode ser perfeito e duradouro, se o canceriano não der azo aos ciúmes do Escorpião e este não for tão sensível à possessividade do Câncer. Se surgirem alguns conflitos, não se devem refugiar no silêncio, mas sim desfazerem qualquer mal-entendido para evitarem romper uma relação que tem muito para dar certo. Ambos possuidores de uma energia regenerativa podem, juntos, fazer maravilhas. Se desta união houver filhos, eles serão especiais, com uma sensibilidade acentuada.

Se o homem for Escorpião, é o parceiro ideal para a mulher Câncer e, se se respeitarem mutuamente, formarão uma relação perfeita, pois possuem muitas afinidades, como o amor pelo lar e pelos filhos. Mas, se o Escorpião for infiel ou agressivo, pode provocar crises que vão ferir a sensibilidade da canceriana. A mulher canceriana gosta de mandar, e o homem Escorpião não lhe fica atrás, pelo que a vida de ambos pode ser atribulada. Há possibilidades de rupturas e de reconciliações, consoante os seus temas natais, mas, com respeito mútuo, poderão fazer um casal quase perfeito.

Ao contrário, se o homem for Câncer e a mulher Escorpião, a mesma sensibilidade de ambos pode estabelecer uma cumplicidade psíquica, que fará com que se entendam quase sem falarem. Formarão um casal estável, com muito amor, pois o canceriano não pode passar sem a sua mulher Escorpião. No entanto, ele tem uma forte personalidade, à qual ela deverá submeter-se, para que a relação perdure. Podem viver muitos anos juntos e, se houver uma separação, esta será dolorosa.

Veja mais combinações na página seguinte

Câncer-Sagitário

Sendo o primeiro do elemento Água, e o outro do elemento Fogo, a tendência é para, ou o Fogo fazer evaporar a Água, ou a Água apagar o Fogo, o que quer dizer que um pode desestabilizar o outro. No entanto, é um risco que podem correr pois a atracção entre ambos é muito forte. O Sagitário tem o dom de se saber expressar, é jovem de espírito, não é maldoso e deseja tirar o melhor partido de tudo. O canceriano, por sua vez, não se deixa conhecer muito bem. Têm formas diferentes de estar na vida; enquanto o Sagitário é capaz de mudar de casa com a maior facilidade, o canceriano adora o seu lar. O Câncer quer mandar, é um líder nato, e o Sagitário não gosta de obedecer. Contudo, se o Câncer contiver o seu espírito possessivo e beneficiar da alegria e generosidade do Sagitário, e se o Câncer proteger calorosamente o Sagitário, evidenciando-lhe este os cambiantes da vida, podem viver uma relação compensadora e atractiva para ambos. Sexualmente, haverá um bom entendimento pois o Câncer, terno e amoroso, entrega-se totalmente, e o Sagitário, impulsivo e fogoso, vive o amor de uma forma alegre e divertida. É importante que o Sagitário aproveite os dias de mudanças de Lua pois aí o Câncer estará em plena forma. Já nos outros dias terá de ter muita calma para não ferir a sua susceptibilidade de Sagitário. Este ensinará ao Câncer o que é a fragilidade e a naturalidade, e o Câncer será para o Sagitário o ombro amigo onde ele recuperará das suas andanças.

Sendo o homem Câncer de um Signo «feminino» e a mulher Sagitário de um Signo «masculino», poderá resultar numa ligação ou casamento, mas um tanto difícil a longo prazo. A sagitariana precisa de liberdade e de espaço. Romântico, o homem Câncer aprecia a vida familiar e o seu lar. Sendo dominador, o Câncer terá várias dificuldades na relação com a mulher sagitariana, mas se lhe der liberdade a relação pode perdurar. No caso contrário, a mulher Câncer e o homem Sagitário, ela desejará estar no conforto do lar e ele desejará a liberdade de viajar, de descobrir o mundo, o que acabará por fazer sofrer a canceriana. Depois, ele não é também muito fiel e ela não suporta a infidelidade dele, pelo que se poderão decepcionar mutuamente. A canceriana, sendo um Signo «feminino», deve respeitar a necessidade de liberdade do sagitariano para que a relação perdure. É uma ligação difícil que pode levar ao divórcio, mas poderá ter melhores resultados se o homem for mais velho, mais maduro para apreciar a vida familiar.

Câncer-Capricórnio

Signos opostos mas ambos apreciadores de segurança, podem dar-se bem se o Câncer puder sentir as emoções do Capricórnio, que muitas vezes não vêm facilmente à superfície.

O Câncer, do elemento Água, e o Capricórnio, de Terra, dão uma boa combinação, porque acima de tudo um tem o que o outro necessita, complementando-se. A Lua, que rege Câncer, simboliza os sonhos, o inconsciente, a intuição. Saturno, que rege Capricórnio, tem a ver com a realidade, a reflexão antes de agir, a paciência, o cuidado. Câncer é o calor do Verão, Capricórnio o frio do Inverno. Podem tirar as maiores vantagens da relação com o outro. Criativo, o Câncer, aliado à tenacidade e disciplina do Capricórnio, podem alcançar triunfos inimagináveis. Sendo os dois ambiciosos, poderão alcançar grandes riquezas se se ajudarem em vez de competirem. O Capricórnio não é muito sensível pelo que deve ter muito cuidado para não traumatizar o Câncer, que teme qualquer silêncio por falta de atenção e carinho. Para ambos, o dinheiro e a família são muito importantes, gostam de amealhar e de gozar os prazeres do lar. Sexualmente as suas vidas poderão ser muito activas. O Câncer é criativo, o Capricórnio confere ternura e paixão ao encontro amoroso, de modo a realizarem uma relação plena para ambos. Capricórnio pode entender a timidez do Câncer em mostrar os seus sentimentos e esperar todo o tempo até que eles venham ao de cima. Por sua vez o Câncer mostrará ao Capricórnio o mundo das sensações, da criatividade e da imaginação, moldando a sua rigidez para outras formas de compreensão que o enriquecerão intensamente.

Para a mulher Câncer e o homem Capricórnio a compatibilidade é boa e podem formar uma relação duradoura e sólida. Ela representa o mundo da infância enquanto ele o mundo do adulto, por isso complementam-se. Ela é a dona da casa, ele o trabalhador que traz para casa o sustento da família e lhe dá segurança. Ele é um homem tradicional para quem o trabalho e o lar são as coisas mais importantes. Mesmo que haja hipóteses de separação os interesses materiais e familiares poderão mantê-los unidos, principalmente se se adaptarem às suas diferenças. O mesmo acontece se o homem for Câncer e a mulher Capricórnio. Mas, neste caso, a mulher Capricórnio pode ter mais maturidade e o homem ser mais infantil. Ambos Signos «cardeais» gostam de mandar, pelo que podem ter lutas de poder assim como problemas de comunicação, pois Saturno está em «exílio» em Câncer. Ambos egocentristas e de fortes personalidades, devem fazer concessões mútuas para que a relação resista com o tempo. Como Signos opostos, tanto podem ser complementares como antagónicos, mas com boa capacidade de adaptação, o casal resistirá.

Veja mais combinações na página seguinte


Câncer-Aquário

É uma relação incontrolável, a de um Câncer, do elemento Água, e um Aquário, do elemento Ar. Estes dois elementos interligam-se com muita facilidade dando uma boa união. Além do mais, têm muitos pontos em comum como a imprevisibilidade e a alternância de estados de espírito. Só que o Câncer gosta de possuir o seu parceiro e o Aquário não quer sentir-se preso, pois ama acima de tudo a sua liberdade. O Câncer põe em risco essa liberdade e pode sufocar o Aquário com o seu carinho. Não é que ele não aprecie sentir se amado e não retribua esse amor ao seu Câncer, mas detesta exageros e essa forma de expressar o seu amor. Câncer é um pouco exagerado. Aquário é regido pelo imprevisível Úrano e, tal como ele, uma pessoa pouco previsível, e Câncer, regido pela Lua, também, tal como ela, sofre as mudanças das suas fases: romântico e carinhoso quando está cheia, dinâmico quando crescente e tristonho e mal-humorado quando decrescente. O Câncer, como Signo «cardeal», gosta de mandar, e Aquário, Signo «fixo», não aprecia ser comandado e isso pode gerar lutas de poder, mas não quer dizer que não estabeleçam uma relação interessante, até porque sexualmente são bastante compatíveis. O Aquário é bastante instável, pode mudar de emprego de um momento para o outro, enquanto que para o Câncer a estabilidade é muito importante. O Aquário deverá ser paciente com as ligações do Câncer ao passado, ele que só pensa projectar-se no futuro, por mais incerto que ele se apresente.

Se a mulher for Câncer e o homem Aquário dá uma boa compatibilidade pois são uma mulher de Signo «feminino» e um homem de Signo «masculino». A canceriana é uma mulher conservadora, agarrada às tradições, vive para o seu mundo familiar e para o conforto do lar. Extrovertido, o Aquário, gosta de preservar a sua liberdade e dificilmente se mantém fiel, o que chocará bastante a sua companheira. Mesmo que haja possibilidades de separação, poderão manter-se amigos.

Sendo o homem Câncer e a mulher Aquário, a ligação será difícil, uma vez que têm personalidades diferentes. A aquariana é mais extrovertida e cerebral não deixando de ser uma boa dona de casa e uma excelente mãe de família. Introvertido e caseiro, o canceriano aprecia essa faceta na sua mulher, por isso ele trabalha pelos dois, para dar uma boa vida material e estabilizar a sua consorte. Eles amam-se reciprocamente, no entanto a sua relação pode sofrer altos e baixos, principalmente se houver falta de dinheiro.


Câncer-Peixes

Dois signos de Água juntos ou dão uma tempestade, ou fundem-se numa calmaria que desliza na mesma direcção. Ambos são mutáveis e um pouco lunáticos, românticos, ternos e sonhadores. Atraem-se à primeira vista e são capazes de viver juntos com as suas ilusões e optimismos. A criatividade também é um ponto comum mas o dinheiro pode ser uma razão de conflitos entre eles. Enquanto que para o Câncer o dinheiro é muito importante e se esforça por ganhá-lo, o Peixes  não lhe liga qualquer importância, de modo que sob o ponto de vista económico as discussões podem ser muitas. Emocional e sentimentalmente não existem muitas diferenças e em caso de precisarem de um ombro onde chorar terão sempre um à sua disposição. Dado serem bastante intuitivos e até terem tendências telepáticas são capazes de comunicar com poucas palavras. Entre eles não haverá mentiras e até os silêncios serão bastante significativos. Só que o Peixes deverá estar a par das mudanças da Lua para melhor entender os estados de espírito do seu Câncer. Este adora ser mimado e Peixes será capaz de abdicar de si próprio só para o satisfazer. Na relação amorosa o entendimento também é perfeito, usarão da energia necessária para que o desejo se mantenha sempre vivo.

Para o caso de a mulher ser Câncer e o homem Peixes, a compatibilidade é boa, ela enamorar-se-á do seu pisciano, haverá grande paixão entre eles e a união será perfeita. Sendo ambos românticos e sentimentais, a sua relação pode ser apenas prejudicada pela instabilidade do homem Peixes. Este tem necessidade de que se ocupem dele, mas não aceita uma mulher possessiva e dominadora. Por sua vez, o pisciano pode ser infiel o que irá causar sofrimento à emocional canceriana. Poderá haver risco de separação, mas não se deixarão facilmente pois os interesses materiais e familiares irão mantê-los unidos. A duração da sua relação depende das suas maturidades.

Sendo o  homem Câncer e a mulher Peixes, a compatibilidade entre os dois é boa e há probabilidades de casamento. Ambos sentimentais, eles entendem-se, mesmo sem falar. Sendo introvertidos, privilegiam a sua intimidade afectiva. Este par romântico, unido por uma grande paixão, depende um do outro. No entanto, não é fácil viver o dia-a-dia com um Câncer que se refugia debaixo da sua carapaça, que gosta de mandar e que é caprichoso. A pisciana pode cansar-se e escorregará entre as suas pinças. Possuem ambos uma grande intuição, podendo adivinhar tudo sem nada dizer. Se tiverem tentações recíprocas de se deixarem, os interesses materiais uni-los-ão, e acabarão caindo nos braços um do outro. Devem aprender a ter mais confiança mútua.

Mar Portuguez
Rua de São Marçal, nº111
Lisboa
Telefone: 21 343 34 10
Visite o site

 Veja as previsões do Amor de Paulo Cardoso para o signo de Caranguejo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.