Gordas, magras, altas, baixas. Não há (praticamente) mulher que lhe escape. Nem você! A detestável celulite não se envergonha nada em distorcer a nossa autoimagem. E nós, o que fazemos? Atacamos a pele casca de laranja furiosamente apenas uma vez por ano, quando o verão chega ou, pura e simplesmente, irritadas, resignamo-nos. Dito de outra forma, atuamos tarde e não usamos todas as estratégias que nos podem ajudar. Chega! Basta! Vamos ajudá-la a livrar-se do sabor amargo dessa laranja.

O que deve mudar na sua alimentação

Alimentos ricos em açúcar, lípidos, álcool, cafeína e bebidas gaseificadas devem ser consumidos esporadicamente. Extremamente energéticos, tendem a acumular-se no organismo e a agravar a celulite. Já o sal favorece a retenção de líquidos, um dos fatores que mais contribui para o aspeto tipo casca de laranja. Substitua-o por ervas aromáticas ou limão.

Prefira uma dieta hipocalórica, assente no consumo de cereais integrais, frutas e legumes. Os alimentos diuréticos que beneficiam a produção de colagénio, uma substância essencial para que a pele mantenha um aspeto saudável. Para contrariar a retenção de líquidos e eliminar toxinas, beba um litro e meio de água por dia.

O tipo de exercícios que deve privilegiar

Não é sentada no sofá que vai conseguir vencer a celulite. Adote uma atitude dinâmica, nos mais pequenos gestos diários, signifique isso subir escadas ou aproveitar a hora de almoço para passear. No trabalho e em casa, faça pausas e circule pelas várias divisões.

Diariamente, faça caminhadas pelo menos de meia hora. No ginásio, para redefinir os glúteos e pernas, opte por aulas de step, gap e bicicleta estacionária. Se o seu problema, é a barriga o melhor é escolher marcha, corrida ou bicicleta. As aulas de ABS são óptimas para recuperar firmeza.

Os cosméticos em que mais deve apostar

Devia usar um anticelulítico tal como usa o seu creme de rosto, 365 dias por ano. O segredo deste tipo de cosmético encontra-se em compostos como cafeína, glaucine, extratos de algas, silicio, arginina, ginko, extratos de chá verde, l-carnitina, xantoxilina, cálcio, glucosamina e em extratos de casca de pinheiro, de péptídico de arroz, de flor de laranjeira, por exemplo.

Os anticelulíticos, sob a forma de gel, serum, creme, bandas e até de suplemento nutricional, ajudam o nosso organismo a reequilibrar a relação que existe entre a lipogénese (acumulação de gordura nas células adiposas) e a lipólise (o processo de degradação de gorduras), contribuindo para um melhor funcionamento dos tecidos.

Deverá aplicar este produto duas vezes por dia, realizando idealmente massagens circulares. Se o usar só uma vez, prefira fazê-lo à noite, depois do banho, altura em que a microcirculação está mais ativa. Nos últimos anos, surgiram no mercado nacional produtos com fórmulas ainda mais avançadas, alguns deles com aplicadores próprios que melhoram a circulação.

Os tratamentos de instituto a que pode recorrer

A opção deve ser feita em função do seu grau de celulite, das contraindicações dos tratamentos e do diagnóstico dos fatores que estão na origem da pele casca de laranja. Se tem varizes, se sofre de retenção de líquidos e/ou se o grau da sua celulite é inicial, uma opção é a drenagem linfática manual.

Já a celulite fibrosa, tradicionalmente associada à má circulação, pode ser controlada recorrendo à endermologia, uma massagem mecânica. Estes tratamentos devem, geralmente, ser realizados pelo menos duas vezes por semana e os resultados surgem, por norma, em situações consideradas normais, ao fim de dois meses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.