A sua personalidade não precisa de mudar e as suas rotinas também não, mas se sente que há determinadas coisas que não o fazem avançar ou que gostaria de alterar, está na hora de mudar a sua atitude e de começar a ver as coisas de outra maneira. É sempre bom não esquecer que hábitos antigos tendem a transformar-se em rotina logo, mais cedo ou mais tarde, deixam de surtir efeito. Para além disso, abrir novos horizontes irá torná-lo uma pessoa mais interessante e, por conseguinte, aumentar a sua influência ao seu redor uma vez que as pessoas vão querer saber a sua opinião. Leia como pode dar uma lufada de ar fresco à sua vida...

Esteja atento
'Não negue à partida uma ciência que desconhece' foi uma catch phrase do fim da década de 90, mas ainda que parodiada por muitos, o que é certo é que faz todo o sentido. Os imprevistos, quer sejam conversas, eventos ou outros, surgem constantemente na vida e podem ser muitas vezes descurados por não fazerem parte dos nossos padrões, objetivos, etc... No entanto, portas podem estar a fechar-se... se nunca se experimentou ou se se desconhece algo, como é que se hão de abrir horizontes?! Ter uma mente aberta, viajar, questionar, ser curioso e experimentar dão oportunidade para um melhor autoconhecimento, de mudança, de aprendizagem do que nos rodeia e mais ferramentas para lidarmos com situações novas e/ou adversas.

Fique quieto
Há momentos na vida onde o melhor remédio é ficar calado. E não, não tem a ver com submeter-se aos outros nem rebaixar-se e sim optar por dizer o que tem a dizer e depois ouvir, evitando entrar em discussão onde por vezes se dizem coisas sem pensar, mas torna-se tarde para voltar atrás. Não obstante, se sabe de antemão que não vai acrescentar nada de novo ou que não vão ter em consideração o que tem para dizer, respire, tranquilize-se e fique em silêncio.

Escreva
Pode servir como terapia ou como ferramenta para ajudar a melhorar algumas situações da vida. Por vezes basta começar com uma frase para desencadear o resto: “hoje o dia foi bom porque...” ou “Foi mau porque...”. O pretendido é que as suas experiências e emoções fiquem registadas para que ao fim de um tempo, ao reler as mesmas, vai aprender mais sobre si e como conseguiu ultrapassar determinadas situações, que achava difíceis de transpor. Não obstante, é uma excelente maneira de se acalmar e desabafar.

Cumpra
Evite ser daquelas pessoas cuja palavra não tem qualquer tipo de significado. Pondere antes de qualquer tomada de decisão e comprometa-se com aquilo que decidiu.

Passeie
O caminhar sozinho permite deixar que o pensamento flua. Toda a sua concentração estará mais focada e a probabilidade de pensar com clareza acerca de determinado assunto e encontrar as soluções é grande. Já para não falar do bem que faz à sua saúde física.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.