Um Vision Board não é mais do que um quadro no qual exibimos imagens que representam aquilo que nós queremos e os nossos objetivos.

Este quadro permite identificar o nosso foco com clareza, reforçar as nossas afirmações e manter a atenção naquilo que realmente desejamos.

Com um ano turbulento a chegar agora ao fim, esta é a altura certa para definir objetivos e concentrar nas coisas que queremos ter ou ser em 2021.

Adelaide Miranda, Life Coach de Alta Performance, partilha três dicas simples para a construção de um Vision Board.

Dica Número 1 – Definir o Objetivo

O primeiro passo é, definirmos exatamente o que queremos: quem queremos ser, o que queremos ter ou trazer para a nossa vida. Podemos estar a falar de mais sucesso, mais saúde, bens materiais ou até mesmo emoções!

Devemos fazer aquela viagem interior que tanto nos amedronta e perguntar em voz alta: “O que é que eu quero? O que é que eu quero para mim? Qual o meu objetivo? O que me faz vibrar? Onde quero estar nos próximos 5 anos? É importante, essencial e obrigatório definir objetivos.

Dica Número 2 – Recolher Imagens

A parte mais divertida na produção do Vision Board é a recolha de imagens. Devemos procurar na internet, em jornais ou revistas, imagens que reflitam os nossos objetivos.

A maioria das vezes, não cumprimos os nossos objetivos porque não temos nada definido em concreto. Por exemplo, queremos um carro novo.

Para que a visualização funcione devemos especificar exatamente o tipo de carro. Qual a marca? Qual a cor? Se tivermos uma imagem do carro que queremos ter, será muito mais fácil manter o foco e manifestar essa realidade. Porque estaremos a olhar para ele todos os dias, até podemos imaginar como será tê-lo e conduzi-lo!

Sempre que encontrarmos algo que queremos atingir/obter devemos guardar essa imagem para ajudar na construção do nosso Vision Board. É importante, essencial e obrigatório definir o que queremos até ao último detalhe e recolher imagens que representem esse objetivo.

Dica Número 3 – Fazer uma colagem das imagens em ambiente positivo

A produção do Vision Board deve ser feita num ambiente com energia positiva. Por exemplo, acenda uma vela, coloque a sua música favorita como banda sonora de fundo e comece a preparar o quadro.

É aconselhável um quadro com um tamanho A3 para servir de suporte para as nossas imagens. À medida que vamos recortando e colando devemos dizer em voz alta aquilo que cada imagem representa.

A construção do quadro de visão é quase como um ritual de agradecimento por tudo aquilo que ainda vamos receber.

A quantidade de imagens no quadro não é importante, o que realmente importa é que cada imagem represente um objetivo que queremos atingir. É importante, essencial e obrigatório fazer a colagem das imagens rodeados de energia positiva.

Uma vez criado o nosso Vision Board, devemos expô-lo num local onde seja uma das primeiras coisas que vemos ao acordar e ao deitar.

E como usar o quadro? O quadro não serve apenas de enfeite. Devemos olhar para ele, focarmo-nos em cada uma das imagens e agradecer por termos concretizado os nossos objetivos.

Se possível, essa conversa com os nossos “sonhos” deve acontecer todos os dias ao acordar e ao deitar para que possamos manter o foco e não perdermos de vista as nossas metas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.