A Rússia confirmou esta sexta-feira os dois primeiros casos do novo coronavírus no seu território e anunciou a retirada dos seus cidadãos de várias regiões chinesas em consequência da epidemia.

De acordo com a vice-primeira-ministra Tatiana Golikova, citada pelas agências russas de notícias, as duas pessoas infetadas são dois cidadãos chineses que vivem em duas regiões diferentes do leste do país.

São dois cidadãos chineses que foram diagnosticados com o coronavírus no país, em Zabaikalsky Krai, que faz fronteira com a China, e em Tyumen Oblast, na Sibéria.

Segundo as agências internacionais, os dois cidadãos foram colocados em quarentena e estão a ser acompanhados.

A Rússia anunciou na quinta-feira o encerramento de todas as suas fronteiras com a China.

Como precaução, as autoridades russas estão a iniciar a retirada de cerca de 300 cidadãos da cidade chinesa de Wuhan e outros 2600 que estão de férias na ilha de Hainan.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.