Em comunicado, o MAI refere que a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública dando cumprimento às determinações do Decreto que renovou o Estado de Emergência, em vigor desde as 00h00 do dia 3 de abril, têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população.

Assim, até às 17h00 de hoje, "foram detidas 142 pessoas por crime de desobediência, das quais 31 por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 66 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, 9 por desobediência de interdição de circulação fora do concelho no período da Páscoa, 13 por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, 9 por resistência e 14 por violação da cerca sanitária de Ovar".

No mesmo período, foram encerrados 354 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

Estes números juntam-se aos verificados no primeiro período de Estado de Emergência, que vigorou entre os dias 22 de março e 2 de abril, em que se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.

No comunicado, o Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, "insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência".

Portugal está em estado de emergência desde o dia 19 de março e até 17 de abril devido à pandemia de COVID-19.

Portugal regista hoje 567 mortos associados à COVID-19, mais 32 do que na segunda-feira, e 17.448 infetados (mais 514), indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia, já provocou mais de 120 mil mortos e infetou mais de 1,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, cerca de 402 mil são considerados curados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.