Nos dias que correm, a imagem é fundamental e a saúde também é beleza. Se, para além de se cuidar por dentro, se exercitar e mimar por fora vai melhorar a sua silhueta. Além de ser a melhor forma de reforçar o sistema imunitário e de prevenir inúmeras doenças, a prática regular de atividade física também combate a ansiedade e reduz o stresse. Ainda precisa de mais razões para se convencer? Saiba quais as estratégias a seguir!

1. Mobilize a sua vida

Passear o cão, andar de bicicleta, subir escadas em vez de utilizar o elevador, estacionar o carro a uma distância de 300 metros do destino final... Estes conselhos estão longe de ser novos mas, na realidade, continuam a estar em minoria os que os seguem, infelizmente. Siga-os sempre que puder e conseguir. Desta forma, começará a mexer o seu corpo diariamente sem ter de fazer ginástica nem gastar dinheiro em ginásios.

2. Siga o seu próprio ritmo

Não queira fazer tudo num dia. Se iniciar a prática de atividade física a todo o vapor, vai cansar-se e pode até mesmo lesionar-se, como alertam muitos especialistas. Para evitar cair nesse erro, comece com um ritmo lento, pelo menos durante seis semanas, antes de o intensificar posteriormente, de forma progressiva. Quando atingir esse ritmo, tente fazer exercício moderado, pelo menos, três ou quatro vezes por semana.

3. Mantenha as pernas em forma

Os músculos das coxas são muito pouco solicitados no dia a dia de uma pessoa que passa a maior parte do tempo sentada, como será muito provavelmente o seu caso. Andar de bicicleta, correr e caminhar são exercícios excelentes para fortalecê-los. No seu quotidiano, deixamos-lhe ainda um truque extra. Sempre que se levantar de uma cadeira, apoie-se só nos músculos das coxas, sem usar os braços. Não se esquece?

4. Exercite pescoço, braços e ombros

Costuma sentir tensão no pescoço e ombros? Experimente fazer os dois exercícios que se seguem. São muito eficazes para manter ativos estes músculos, bem como os dos braços. O primeiro é muito simples. Com o corpo erguido, afaste um pouco os pés. Alongue, de seguida, um braço para a frente e, com ele, desenhe um círculo imaginário para trás. Faça o mesmo no sentido contrário e repita, depois, com o outro braço.

Para executar o segundo exercício, afaste os pés. Incline-se para a frente a partir da cintura com as costas direitas. Balance seguidamente cada braço de um lado para o outro à frente do corpo. Ao fazê-lo, balance os dois braços ao mesmo tempo. Repita 10 vezes. Deixe, depois, descair a cabeça para a frente e levante-a aos poucos. Gire o pescoço para a direita, para o centro e para a esquerda, devagar. Repita cinco vezes.

5. Faça natação

É um dos exercícios mais completos porque movimenta todo o corpo e tem ainda a vantagem de ser uma forma ativa de descompressão e de relaxamento. Para além disso, pode praticá-lo em qualquer idade e a qualquer hora. Esta atividade física, que pode praticar no mar nos meses de maior calor ou na piscina durante todo o ano, alivia problemas nas articulações e aumenta a flexibilidade, mobilidade e elasticidade.

6. Consiga um maior equilíbrio mental

A atividade física não beneficia apenas os ossos e os músculos, ao contrário do que muitos ainda pensam nos dias que correm. As experiências clínicas realizadas ao longo das últimas décadas demonstram que o desporto potencia o desenvolvimento e o crescimento de novas células no cérebro e, para além disso, ajuda a reduzir a ansiedade, a depressão e o stresse, melhorando o ânimo e o bem-estar dos que o praticam regularmente.

7. Aposte nos alongamentos e ganhe energia

Se fizer regularmente alongamentos, como aconselham muitos especialistas, nacionais e internacionais, melhora os seus níveis de energia e expande o tórax, fazendo com que os órgãos ganhem mais espaço e aumentando a corrente sanguínea e a circulação de oxigénio. Se não sabe como deve proceder, siga o plano que lhe sugerimos de seguida. Em pé, com os pés afastados, entrelace os dedos atrás da cabeça.

De seguida, respire fundo, alongando os braços para cima, com as palmas das mãos viradas para o teto e os dedos esticados. Solte posteriormente as mãos, relaxe os braços e deixe-os cair, suavemente, enquanto solta o ar. Repita este exercício cinco vezes de seguida, idealmente várias vezes por dia. Pode perfeitamente executá-lo numa pausa no trabalho, antes ou depois do almoço. Se conseguir, convença outros colegas!

8. Experimente fazer artes marciais

Artes marciais? Sim! Se ainda nunca tinha pensado nisso, experimente! Desde o tai chi e o chi kung, em que se realizam movimentos pausados, até ao caraté e o judo, com os quais exercitará os músculos de uma forma mais vigorosa e até mais intensa, todas estas técnicas, a par de muitas outras, enchem a sua mente e o seu corpo de energia, aguçam os reflexos, melhoram a coordenação e relaxam a mente.

9. Desfrute (mais) ao ar livre

Em criança, ao contrário do que sucede com a maior parte das de hoje, brincava no campo? Pois, nos dias que correm, pode e deve continuar a fazê-lo, tentando agora não cair, nem se expor demasiado ao sol, que é nocivo para a pele, como certamente saberá. Experimente saltar à corda e recupere a energia que sentia quando tinha seis anos. Se preferir, faça um passeio pelo campo e deixe-se cair sobre a relva ou sinta a areia na praia.

Texto: Madalena Alçada Baptista

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.