Rés-Vés Campo de Ourique é considerado o vinho mais frutado, suave e redondo da gama. Descomplicado e muito versátil pode acompanhar vários tipos de pratos ou até mesmo ser apreciado como aperitivo. Harmoniza bem com queijos suaves, carnes brancas e vermelhas e todo o género de legumes. Já o Mercado de Campo de Ourique apresenta mais estrutura e corpo. É um vinho que requer um acompanhamento mais estruturado, queijos com paladares mais fortes, carne de churrasco ou massas.

Por fim, Campo de Ourique surge como a opção mais encorpada, é um vinho de corpo cheio, com estágio prolongado em barricas de Carvalho. Apresenta uma complexidade e elegância notáveis e casa bem com carnes de caça, refogados e pratos mais ricos e condimentados.

É esperado que os três vinhos com o selo da Casa Santos Lima e Mercado de Campo de Ourique cheguem às garrafeiras, lojas especializadas e aos canais de grande distribuição, bem como ao estrangeiro. A Casa Santos Lima exporta cerca de 90% da sua produção para 50 países em cinco continentes. Desta forma, esta gama deverá chegar a países como Estados Unidos da América, Suécia, Canadá, Finlândia, Bélgica, China, Noruega, Reino Unido, Alemanha e Brasil, os mercados externos mais fortes da Casa Santos Lima.

Os três vinhos estarão também disponíveis para consumo e aquisição no Mercado de Campo de Ourique. Rés-Vés Campo de Ourique é servido ao copo por 2,50 euros e a garrafa por 10,00 euros. Mercado de Campo de Ourique custa 3,50 euros ao copo e 14,00 euros a garrafa. Já Campo de Ourique fica-se pelos 5,00 euros quando apreciado ao copo e 20,00 euros a compra da garrafa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.