Esteja atenta às suas flores de interior porque, apesar de não estarem na rua, não deixam de exigir um tratamento adequado e um acompanhamento regular nesta altura.

Saber se têm sede é uma das preocupações que deve começar a ter e intensificar ao longo das próximas semanas. Espécies de órgãos grossos, como as cactáceas e algumas suculenteas, resistem a vários meses de seca.

Pelo contrário, as de ramos finos ou tenros e as de folhas grandes e finas acusam falta de água quando perdem brilho ou cor. Basta empapar a terra para recuperar estas plantas. Além desse cuidado, existem outros, aos quais deve prestar particular atenção nesta altura:

- Renove o substrato

Se o substrato se encontrar sem nutrientes, elimine os primeiros centímetros e junte novo. Desta forma, revitaliza as plantas. Evite esta tarefa nas plantas que agora têm flores.

- Desbaste os ramos

Corte as pontas dos crescimentos débeis de espécies como a ficus benjamina para fortalecer e melhorar o seu aspeto.

- Abra as janelas

Para que a claridade e o ar fresco se apoderem da sua casa. Se levar para o exterior algum exemplar, de folhas grandes sobretudo, proteja do vento e do sol e pulverize com água.

É tempo de:

- Gerânios
Necessitam de sol pleno durante todo o ano, adubo líquido para gerânios uma vez por semana e uma a duas regas de sete em sete dias.

- Iresines
Não gostam de seca e, se não receberem luz suficiente, as folhas ficam pálidas.

- Brunfelsias
Dá melhores flores fragrantes se tiver as raízes em forma de pinha no vaso.