Esteja particularmente atento às suas flores de interior porque, apesar de não estarem na rua, não deixam de exigir um tratamento adequado e um acompanhamento regular nesta altura do ano, uma época de transição. Saber se têm sede é uma das preocupações que deve começar a ter e que deve ir intensificando ao longo das próximas semanas. Espécies de órgãos grossos, como as cactáceas e algumas suculenteas, resistem a vários meses de seca, mas não são todas assim.

Pelo contrário, as de ramos finos ou tenros e as de folhas grandes e finas acusam falta de água quando perdem brilho ou cor. Basta empapar a terra para recuperar estas plantas. Para além desse cuidado, existem outros, aos quais deve prestar particular atenção nesta altura. Descubra, de seguida, três das ações que não deve deixar de empreender este mês para garantir um desenvolvimento são e harmonioso das variedades botânicas que cultiva.

1. Renove o substrato

Se o substrato se encontrar sem nutrientes, elimine os primeiros centímetros e adicione novo. Desta forma, revitaliza as plantas. Evite, no entanto, esta tarefa nas variedades botânicas que agora têm flores.

2. Desbaste os ramos

Corte as pontas dos crescimentos débeis de espécies e de variedades botânicas como a Ficus benjamina para fortalecer e melhorar o seu aspeto. Este é o período indicado para empreender esta tarefa.

3. Abra as janelas

Para que a claridade e o ar fresco se apoderem da sua casa, é fundamental que a ventile. As suas plantas agradecem. Se levar para o exterior algum exemplar, de folhas grandes sobretudo, proteja-o(s) do vento e do sol e pulverize-o(s) com água antes de os expor ao sol.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.