Isabel Rio Novo elogia o atual panorama literário português. Em entrevista à edição de março da revista Saber Viver, no âmbito do Dia do Livro Português, que se comemora anualmente a 26 de março, a escritora portuguesa, que publicou recentemente "O poço e a estrada", uma biografia da escritora Agustina Bessa-Luís lançada pela editora Contraponto, enaltece o papel que o livro pode ter numa sociedade como a de hoje.

35 livros portugueses para quem gosta de ler e de viver
35 livros portugueses para quem gosta de ler e de viver
Ver artigo

"Estamos a passar por uma boa fase. Surgem autores novos com bastante interesse e, ao mesmo tempo, autores já consagrados continuam a publicar obras de qualidade e com um ritmo assinalável", sublinha Isabel Rio Novo. Apesar do dinamismo atual, o número de leitores não tem vindo a aumentar. "Tenho esperança, quanto mais não seja como reação ao estado de ansiedade geral em que se vive hoje, que haja uma espécie de movimento de resgate de toda essa calma que um livro nos transmite", sublinha.

"Há coisas que encontramos num livro que não encontramos noutros meios", refere ainda a escritora, que ficou fascinada com Agustina Bessa-Luís durante o processo de pesquisa que fez para a biografia, que não contou com a colaboração da família da autora de livros como "A sibila" e "Vale Abraão". "Ela conheceu o marido através de um anúncio que pôs no jornal, algo muito ousado para a época", realça Isabel Rio Novo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.