É possível combater a celulite com uma alimentação correta?

É possível combater e diminuir a aparência da celulite com uma alimentação e estilo de vida saudáveis e equilibrados. Sabe-se que a celulite tem origem genética, apesar de ter como fator de risco o sedentarismo, baixo consumo de água e elevado consumo de alimentos processados. Mesmo não eliminando a celulite a 100%, podemos combatê-la e reduzir a sua aparência significativamente com pequenas alterações nos hábitos de estilo de vida.

Existem alimentos proibidos no combate à celulite?

Na minha abordagem como nutricionista, não existem alimentos permitidos nem proibidos. Existe sim a recomendação de ingerir mais alimentos nutritivos do que produtos nutricionalmente pouco interessantes, mas que também são importantes para a nossa saúde mental.

Novo Plano Cellulase 3 Passos

Passo 1: Toma diária de 2 cápsulas em duas refeições principais (Cellulase Pearls ou Cellulase Advanced)

(PVPR: entre 50,99€ a 55,79)

Passo 2: Aplicação 3 x semana do gel esfoliante, em dias intercalados

(PVPR: 19,99€)

Passo 3: Aplicação diária do creme refirmante, 2x por dia, de manhã e à noite

(PVPR: 34,99€)

Em consulta utilizo a abordagem 90/10, ou seja, 90% da nossa alimentação deve ser composta por "alimentos reais" (real food), como fruta, legumes, leguminosas, carnes brancas, peixes gordos, cereais integrais, gordura monoinsaturada, entre outros, e 10% da nossa alimentação pode ser composta por produtos que não são tão interessantes nutricionalmente mas que de vez em quando sabem bem.

Há alimentos que fazem parte destes 10% que promovem o desenvolvimento da celulite. Por essa razão, não são recomendados no geral, mas muito menos no combate à celulite:

Produtos processados - contém açúcares livres que provocam um pico de açúcar no sangue, associado à inflamação das células e produção de celulite.

Sal e produtos com elevado teor de sal - o consumo de sal está associado à retenção de líquidos, tornando a celulite mais visível. Devemos restringir o consumo de sal para 1,5g/dia.

Carne, derivados de carne e queijos processados - 100g de fiambre da perna extra tem cerca de 2,7g de sal (quase o dobro da dose diária recomendada). Uma vez que o sal é utilizado como conservante, devemos evitar o consumo destes produtos.

Margarina e cremes vegetais - a base original destes produtos é um óleo vegetal (líquido) ao qual é adicionado hidrogénio para se obter a textura sólida à temperatura ambiente. A margarina e os outros cremes vegetais destacam-se pelo seu teor em gordura trans (a gordura mais prejudicial para a saúde cardiovascular) e pela sua capacidade de solidificar dentro do organismo, bloqueando as artérias e dificultando o processo de circulação de sangue e oxigénio.

Leonor Tavares Costa
Leonor Tavares Costa, nutricionista créditos: Direitos Reservados

Que fatores devem estar incluídos no combate à celulite?

Como nutricionista "anti-dieta" que promove um estilo de vida equilibrado, saudável e divertido, os meus melhores conselhos para quem deseja combater a celulite são sobretudo alicerçados em três pilares.

1. Aumentar a ingestão de água para 1,5-2,5L/dia - Podemos adoptar várias estratégias para incutir o hábito de beber mais água ao longo do dia, desde colocar alarmes no telemóvel, estabelecer objetivos de copos a beber até às x horas da manhã e x horas da tarde e fazer águas aromatizadas com fruta, casca de fruta, ervas aromáticas e chá gelado.

2. Aumentar e adequar a atividade física - As caminhadas são, sem dúvida, um aliado na perda de peso e no combate à celulite. Uma vez que é uma atividade que nos permite manter a função cardiorrespiratória controlada, podemos realizá-la durante mais tempo (60-120 minutos). Por outro lado, promove a circulação, melhorando a aparência da celulite. A minha opinião, como profissional de saúde, é que a escolha de atividade física deve ser baseada nos gostos de cada um, pois se gostarmos da atividade física, temos maior facilidade em incluí-la no nosso dia-a-dia.

3. Aumentar o consumo de fruta e legumes - Focando-nos em aumentar o consumo de fruta e legumes, temos menos tempo e espaço para consumir tantos produtos processados, nutricionalmente menos interessantes (como o pão branco, produtos com açúcar refinado, refrigerantes, snacks, etc.).

Qual o impacto da celulite na vida das mulheres?

A celulite pode ter um impacto negativo na vida da mulher no sentido em que nos focamos muito em algo que não gostamos no nosso corpo, o que não é benéfico para a nossa autoestima nem para a nossa saúde mental. Penso que o primeiro passo é aceitar que a maioria das mulheres a têm e fazer o que está ao nosso alcance para, acima de tudo, levarmos um estilo de vida saudável e equilibrado.

Há mulheres mais propensas à celulite que outras?

Sim. Em primeiro lugar há o fator genético, onde algumas mulheres estão mais predispostas a desenvolver celulite do que outras. Depois, alterações hormonais e má circulação sanguínea também contribuem para o desenvolvimento e aparecimento de celulite. Por exemplo, mulheres que tenham de realizar algum tratamento hormonal e fiquem à espera de bebé podem estar mais predispostas a desenvolver celulite, bem como pessoas que passam muitas horas sentadas.

Por fim, mulheres que levem uma vida muito sedentária e façam uma alimentação pobre em nutrientes e rica em açúcar refinado e gordura podem também estar mais predispostas a desenvolver celulite.

Com o Verão à porta, é comum haver uma maior procura de profissionais em nutrição. Que conselhos dá a pessoas que pretendem perder peso e combater a pele casca de laranja?

O melhor conselho que posso dar é procurar um profissional com quem tenham empatia. As dietas não funcionam, muito menos as da moda, e quando fazemos alterações na nossa alimentação deve ser algo ponderado e cientificamente sustentado. É muito importante ter consciência de que restrição leva a compulsão. Dietas muito restritivas não duram muito tempo e por isso, é melhor realizar um programa de reeducação alimentar onde se mude um hábito de cada vez, de modo a ter adesão e ser sustentável para o resto da vida.

Uma entrevista com a nutricionista Leonor Tavares Costa.


Outras informações

Comum a 85% das mulheres*, a celulite é um problema persistente ao longo do ano, ocorrendo pela saliência da gordura hipodérmica na pele agravada por fatores como o sedentarismo potenciado pelo confinamento dos últimos meses.

A inestética celulite ocorre porque a gordura extravasa as células adipócitas, alterando a sua estrutura. Isto origina a formação de tecido fibroso, comprometendo a micro-circulação e conferindo à pele um aspeto irregular, tal como a casca de uma laranja.

Tal alteração deve-se a fatores como a predisposição genética, alterações hormonais, má circulação sanguínea, sedentarismo ou má alimentação.

A celulite pode surgir em qualquer momento da vida da mulher, seja ela magra ou mais curvilínea.

*Estudo Cellulase com 340 mulheres em Portugal, 2014. Cellulase Pearls e Cellulase Advanced são SUPLEMENTOS ALIMENTARES. Cellulase Gel Esfoliante e Cellulase Creme Refirmante são COSMÉTICOS. Para mais informações aceda a Cellulase.pt.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.