Manter hábitos saudáveis é positivo para a sua saúde, bem-estar e satisfação pessoal. É importante praticar alguma atividade física que se adapte às suas rotinas e gostos e combiná-la com uma dieta variada e equilibrada. Ao fazê-lo estará a influenciar positivamente o seu estilo de vida e imagem e a dos seus filhos.

Com o regresso às aulas aumenta o desafio de proporcionar uma alimentação equilibrada aos mais novos, pois passam mais tempo afastados de casa e próximos das opções nem sempre saudáveis do bar da escola. A DECO PROTESTE ajuda a descomplicar a tarefa com algumas sugestões saborosas para levar nas marmitas e lancheiras de miúdos e graúdos. 

De manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata? Os mitos sobre as laranjas
De manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata? Os mitos sobre as laranjas
Ver artigo

Estes lanches são leves e fáceis de preparar em casa e permitem transmitir algumas bases sobre alimentação saudável. Entre outras possibilidades, podem consistir em: 

- Palitos de cenoura e uma fatia de pão com molho de iogurte;

- Maçã assada;

- Pão pita com alface, cenoura, fiambre de aves e queijo ralado; 

- Outras sandes, feitas com tipos de pão variados (de sementes, alfarroba, beterraba, etc.) e diferentes recheios (como queijo batido ou ovo cozido) e acompanhadas com sumos naturais ou chá; 

- Snacks de fruta desidratada – uma opção muito prática e relativamente acessível.

É fundamental ingerir alimentos de todos os tipos nas doses aconselháveis e respeitando o valor calórico diário aconselhável. Nas crianças com 6 e 7 anos este valor é de 1500 a 1600 calorias diárias e nas de 9 a 11 anos é de 1800 a 2000 calorias, crescendo gradualmente com a idade. 

Doenças frequentes dos cães: sintomas que deve ter em atenção
Doenças frequentes dos cães: sintomas que deve ter em atenção
Ver artigo

O valor energético diário recomendado varia com a idade, mas os princípios da alimentação saudável não. É aconselhável fazer 5 ou 6 refeições por dia e não passar mais de 3 horas sem comer. A ingestão de calorias durante as refeições deve ser repartida da seguinte forma: 15 a 20% ao pequeno-almoço, 25 a 30% ao almoço, 25% ao jantar e 5 a 10% à ceia. Entre as principais refeições, aconselha-se ingerir 5 a 10% das calorias diárias durante o lanche da manhã e 10 a 15% no lanche da tarde.

Procure usar, sempre que possível, produtos naturais nestas refeições mais ligeiras, pois, por norma, proporcionam um melhor equilíbrio nutricional. Privilegie os alimentos dos grupos com maior peso na roda dos alimentos, como os cereais, a fruta e os lacticínios. Para mais ideias para lanches e informações sobre os princípios de uma alimentação saudável, nas doses recomendadas, clique aqui.