A laranja é rica em água, pobre em calorias e rica em vitamina C. Esta última faz bem aos vasos sanguíneos e ajuda a fixar o ferro no organismo. O corpo humano não produz vitamina C por si só. Daí ser importante comer alimentos que forneçam essa vitamina. Uma laranja por dia basta para garantir as necessidades diárias de ingestão de vitamina C.

Assim, o ditado popular sobre laranjas - “de manhã é ouro, à tarde, prata e à noite mata" - não deve ser levado à letra. Essa fruta pode ser comida a qualquer hora do dia. Há ainda a ideia de que o sono é afetado se comer laranjas à noite. Mas o efeito é variável entre pessoas e depende da quantidade ingerida.

Há também quem pense que a riqueza da vitamina C perde-se caso não beba o sumo de laranja logo após espremê-lo. Embora seja solúvel na água e sensível ao calor, oxigénio e à luz, há estudos que demonstram que o teor em vitamina C de um sumo acabado de fazer se mantém por várias horas.

Sumo ou fruta: qual o mais saudável?

O sumo não substitui a laranja. O sumo de fruta 100% natural é uma fonte de vitaminas e minerais. Já os néctares ou sumos com aroma de fruta, sendo bebidas que misturem água, açúcares e polpa, não reúnem a totalidade dos benefícios.

Quanto à peça de fruta, é mais rica em vitaminas, fibras, minerais e flavonoides do que o sumo natural. A forma como a glicemia é influenciada também difere. Se comer uma peça de fruta, há um aumento do nível de açúcar no sangue, que será progressivo.

Mas se beber um copo de sumo, o aumento acontece de forma rápida, e não progressivamente. O ideal é consumir um copo de sumo de vez em quando à refeição. No caso das crianças, recomenda-se que o sumo de fruta não substitua a água ou o leite.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.