Stresse, fadiga, má qualidade de sono, irritabilidade… Estes são apenas alguns dos sintomas que podemos associar à deficiência de magnésio no organismo. Este mineral, que é o sétimo elemento mais abundante na crosta terrestre, tem um papel fundamental em inúmeras funções, intervindo mesmo em cerca de 300, como apuraram vários estudos científicos, como a produção de energia, os processos cardiovasculares e intestinais e a formação óssea e de tecidos.

Apesar da sua importância para a nossa sobrevivência, equilíbrio e existência feliz, várias investigações revelam que aproximadamente 67% da população mundial possui baixos níveis de magnésio no sangue. Há até especialistas que apontam para números mais alarmantes. Segundo alguns deles, entre 95% e 99% da população mundial não tem os níveis de magnésio considerados saudáveis, uma deficiência que preocupa a comunidade médica.

Esta diferença entre as afirmações resulta do fato de os exames de sangue não serem a melhor fonte de estudo para medir o nível de magnésio no corpo. Mas isto são, todavia, apenas detalhes. A verdade é que a maioria das pessoas não possui magnésio suficiente no organismo, o que pode levar às desagradáveis consequências mencionadas anteriormente. Assim, torna-se imprescindível recorrer à alimentação e até à suplementação para repor os níveis deste mineral.

Para contrariar o cansaço e a fadiga que dominam os seus dias, essa é uma das melhores e mais deliciosas formas de o fazer. Descubra, de seguida, meia-dúzia de fontes de magnésio que deve passar a ingerir com mais regularidade e inspire-se pelas sugestões de alimentos aliados da energia. Se a gula é um dos seus pecados, vai, seguramente, gostar de saber que o chocolate preto, um alimento reconfortante e muito apreciado pela maioria das pessoas, é um deles.

1. Espinafres

Tal como a maioria dos vegetais de folhas verdes escuras, os espinafres são ricos em vários nutrientes. Para que tenha uma ideia da quantidade deste mineral que fornecem ao organismo, uma chávena de espinafres cozidos contém, em média, 157 miligramas de magnésio.

2. Quinoa

Confecionada e ingerida de forma semelhante ao arroz, a quinoa, um cereal que tem vindo a conquistar a preferência de muitos portugueses, é conhecida pelos seus muitos benefícios para a saúde, sobretudo pelo seu elevado teor de proteínas e minerais.

3. Chocolate preto

Um quadrado deste chocolate, o mais amargo mas também o mais saudável dos disponíveis no mercado, apenas está carregado de antioxidantes benéficos para a saúde cardiovascular. Opte sempre por uma versão com 70% de cacau.

4. Abacate

Além do magnésio, o abacate é rico em gorduras saudáveis, cruciais para a saúde do coração e do cérebro, para além de vitaminas B e vitamina K. O melhor? Tem mais potássio do que a banana, outra das frutas que deve ingerir.

5. Cereais

São praticamente isentos de gordura e, além do magnésio, são ricos em selénio e potássio. Experimente ingeri-los em bebidas solúveis como alternativa ao café.

6. Frutos secos

Os frutos secos, muito apreciados, também integram esta lista, validada por nutricionistas. As amêndoas, os cajus e os amendoins, à semelhança das avelãs, das nozes, das nozes-peçãs e das castanhas-do-maranhão, também conhecidas como castanhas-do-brasil, não só são uma boa opção de snack para levar para o trabalho, como estão carregados de magnésio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.