A obesidade é um dos problemas crónicos das sociedades de hoje, sobretudo nos países mais desenvolvidos. Há atualmente quem a considere mesmo uma epidemia. Seguir algumas regras essenciais é, por isso, fundamental para que consiga perder peso. Mas, se forem cumpridas, conseguirá alcançar o seu objetivo com facilidade. Tome nota dos conselhos da nutricionista Iara Rodrigues. Depois só tem de passar à prática!

- Mastigue bem. Este gesto favorece uma maior saciedade, ajudando a não comer demais. Para além disso, os alimentos mastigados convenientemente garantem uma digestão facilitada e evitam dores de estômago.

- Beba 1,5 litros de água por dia, o equivalente a oito a dez copos ou duas garrafas de 0,75 litros. Se no decurso do dia se esquece, crie lembretes no telemóvel ou, se trabalha sentado, ingira um copo de água sempre que se levanta. Além de manter o organismo hidratado, este gesto mantém o estômago cheio, afastando a fome.

- Evite fast food e alimentos industrializados, assim como os bolos de pastelaria e outros produtos alimentares processados, geralmente ricos em gorduras e açúcares. Substitua refrigerantes por sumos de fruta naturais ou por tisanas sem adição de açúcar, idealmente de origem biológica.

- Prefira alimentos integrais, que são mais saciantes e, por norma, também mais saudáveis e nutritivos.

- Evite alimentos ricos em gordura, como é o caso dos panados. Fazê-los no forno não resolve o problema porque, regra geral, são pré-fritos. As carnes vermelhas, os enchidos e a manteiga, assim como as natas e o chantili, também são de retirar dos seus hábitos alimentares.

- Coma doces esporadicamente e em doses pequenas. Nos momentos em que sente a necessidade irresistível de um doce, ingira um quadrado de chocolate negro, preferencialmente com um teor de cacau acima dos 65%. Modere o consumo de bolos e de sobremesas caseiras e corte radicalmente com os de origem industrial, com excesso de gordura e de açúcares.

- Pare de picar. Petiscar não sacia e impede-o de ter noção de tudo o que come. Mais do que evitar fazê-lo antes do início das refeições, deve cortar com este hábito entre elas. A meio da manhã ou da tarde, faça um snack ligeiro, ingerindo uma peça de fruta, um pequeno punhado de frutos secos, um iogurte ou vegetais, cenouras em tiras ou tomates-cereja, por exemplo.

- Modere o consumo de alimentos à noite. Uma sopa e uma peça de fruta são o ideal. No caso de não prescindir de proteínas, como é o caso da carne, do peixe, dos ovos ou de outras oriundas dos derivados da soja, acompanhe-as sempre com vegetais cozidos ou salteados, em vez de arroz, massa, batatas ou cuscuz.

- Mexa-se mais. Pequenas alterações como levantar-se mais vezes, fazer pequenas caminhadas e/ou até subir e descer escadas podem ser decisivas. Se conseguir ir mais longe e fazer exercício físico com regularidade, perfeito!

- Privilegie alimentos que favorecem naturalmente a perda de peso, como é o caso dos que geram calorias negativas, uma vez que a sua digestão consome mais energia do que aquela que acrescentam ao organismo. A lista inclui espargos, brócolos, repolho, couve-flor, pepino, feijão verde e cebola, além de espinafres e pimentos.

A beterraba, a cenoura, o nabo, a maçã, a toranja, a tangerina, o melão, o limão, a lima, a laranja, o ananás, o morango, a melancia, a manga e a framboesa, tal como os cogumelos, também têm essa ação. A par desses, existem outros, que pode ver na galeria de imagens que se segue, que favorecem naturalmente a perda de gordura abdominal, uma das ambições dos muitos que fazem dieta para perder peso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.