"Ouvir música, acompanhar as novelas, estar a par das notícias na televisão, conversar com amigos e família são hábitos muito importantes para que os idosos se sintam bem na sociedade", revela Dulce Martins Paiva, audiologista e diretora-geral da GAES – Centros Auditivos.

Não é de estranhar que uma falha nos sentidos humanos possa provocar um aumento significativo do risco de isolamento social, explica a especialista.

"A perda de audição afasta-nos das pessoas. O uso de aparelhos ajuda, não só a atenuar as dificuldades auditivas, como também devolve a alegria de viver, tornando possível a convivência e a participação em conversas", conclui.

A perda auditiva afeta cerca de 400 mil idosos em Portugal, indica a GAES em comunicado.

Veja istoAs 10 profissões mais perigosas para os ouvidos

Leia ainda8 dicas para proteger os ouvidos no inverno

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.