Itália com mais 482 óbitos em 24 horas, total de infetados ultrapassa os 175 mil

Os dados hoje divulgados referem que o número total de casos de contágio pelo novo coronavírus - SARS-CoV-2 - em Itália desde a deteção da doença, em 20 de fevereiro, é de 175.925 pessoas, com um aumento de 3.491 face ao dia anterior.

Registaram-se mais 482 mortes nas últimas 24 horas, com o total de óbitos a fixar-se nos 23.227.

O chefe da Proteção civil Angelo Borrelli, revelou ainda no seu boletim diário que foram registadas 44.927 recuperações de COVID-19.

O número de pessoas atualmente positivas em Itália é de 107.771. Existem ainda 2.733 nos cuidados intensivos.

Espanha com mais de 20 mil mortos por COVID-19

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 565 mortes devido à COVID-19, um número da mesma ordem dos últimos dias, havendo até agora um total de 20.043 óbitos, segundo as autoridades sanitárias.

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, há 4.499 novos casos positivos, num total de 191.726.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, SARS-CoV-2, pelo menos 74.662 pessoas foram consideradas como curadas.

Reino Unido ultrapassa os 15.000 mortos. Já terão morrido 7.500 pessoas nos lares de idosos

O número total de casos de contágio é agora de 114.217, mais 5.526 do que no dia anterior, referiu.

Na sexta-feira, tinham sido registadas mais 847 mortes e 5.599 novos casos de pessoas infetadas relativamente ao dia anterior.

Os números das mortes são compilados a partir de dados das direções regionais de Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte e referem-se a óbitos registados apenas em hospitais até às 17:00 da véspera.

O número de pessoas infetadas é contabilizado de forma diferente e inclui os diagnósticos feitos até às 9:00 de hoje.

Hoje o jornal Daily Telegraph publicou uma estimativa da Care England, organização representativa das Casas de Repouso independentes, que calcula de que cerca de 7.500 pessoas poderão ter morrido nos lares de terceira idade do Reino Unido em consequência da pandemia covid-19.

As mortes de pessoas infetadas fora dos hospitais não estão atualmente a ser coligidas e juntas ao balanço diário, mas são registadas semanalmente pelo instituto de estatísticas britânico com base na referência ao novo coronavírus nas certidões de óbito.

França ultrapassa 19.000 mortos

França registou 642 mortos nas últimas 24 horas em meio hospitalar e nos lares, perfazendo assim um total de 19.323 mortos desde o início da pandemia, segundo fonte oficial.

Os números do avanço do vírus em França foram divulgados hoje através de comunicado das autoridades gaulesas.

Desde 01 de março, em meio hospitalar morreram 11.842 pessoas em meio hospitalar e nos lares foram registados 7.481 óbitos no mesmo período.

Em França há 30.639 pessoas hospitalizadas devido à covid-19 e 5.833 destes pacientes estão nos cuidados intensivos.

Tanto o número de pessoas hospitalizadas como os pacientes em estado grave tem vindo a descer.

A França registou até agora 111.821 casos de covid-19. Dos que foram tratados em hospital, quase 36 mil foram considerados curados.

Bélgica regista mais 290 mortes, para um total de 5.453

A Bélgica registou nas últimas 24 horas mais 290 mortes devido à covid-19, elevando para 5.453 o número total desde o início da pandemia no país, em março, segundo divulgaram hoje as autoridades nacionais de saúde, em Bruxelas. O número diário de mortes baixou em relação ao de sexta (313).

Nas últimas 24 horas foram reportadas mais 1.045 infeções confirmadas por testes de laboratório, o que totaliza as 37.183 entre 15 de março e 17 de abril.

Mais 303 pessoas foram internadas em hospitais, num total de 5.069, sendo que 1.119 estão nos cuidados intensivos, e 387 tiveram alta (8.348 desde o início da pandemia).

Alemanha regista mais de 4 mil vítimas mortais

A Alemanha registou um aumento de 242 vítimas mortais em relação ao dia anterior, elevando o número para 4.110, revela o Instituto Robert Koch (RKI).

De acordo com a entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças são agora 137.439 os casos diagnosticados no país, um crescimento de 3.609 nas últimas 24 horas. A subida de pacientes recuperados é praticamente idêntica, cerca de 3.600 para um total aproximado de 85.400.

Depois da chanceler Angela Merkel ter recomendado “fortemente”, em conferência de imprensa na quarta-feira, o uso de máscaras de proteção nos transportes públicos e supermercados, são já dois os estados federados que consideram o seu uso obrigatório.

A Saxónia vai implementar a medida já a partir da próxima segunda-feira. Já a região de Meclemburgo-Pomerânia Ocidental decidiu tornar mandatório a utilização de máscaras no rosto a partir de dia 27 de abril.

Novo balanço aponta para 687 mortos e 19.685 infetados em Portugal

Portugal regista 687 mortes associadas à COVID-19 e 19.685 infetados, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Relativamente aos dados de sexta-feira, há um aumento de 30 mortos (crescimento percentual de 4,6 por cento) e de 663 infetados (representando uma subida de 3,5%).

No total há 610 recuperados, mais 91 que ontem.

Em todo o território nacional, há 1253 doentes internados, menos 31 do que na sexta-feira, e 228 em unidades de cuidados intensivos, mais seis que ontem.

Pelo menos 5.166 pessoas aguardam resultado laboratorial e 25.456 estão em vigilância pelas autoridades.

* Notícia atualizada às 19:10 com boletim francês

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.