O número de mortes pelo coronavírus SARS-CoV-2 aumentou nas últimas 24 horas na Alemanha em 145 para 1.017, enquanto o número de infeções aumentou 6.174 num só dia, atingindo 79.696 pessoas, informaram hoje as autoridades de saúde alemãs.

Os dados do Instituto Robert Koch, o centro de epidemiologia da Alemanha, adiantam que os estados federados mais afetados continuam a ser a Baviera, a Renânia do Norte-Vestfália e Baden-Württemberg, com 20.237, 16.606 e 16.059 infetados, respetivamente, o que representa um aumento de 1.741, 1.179 e 1.397 pessoas em cada estado, nas últimas 24 horas.

O avanço dos contágios difere consideravelmente entre os estados federais, com a duplicação de casos a acontecer aos 13,3 dias na Renânia do Norte-Vestfália, aos 12,2 dias em Baden-Württemberg e aos nove dias na Baviera - os “Länder” mais afetados -, enquanto em Berlim acontece a cada 13,6 dias, de acordo com os cálculos do jornal “Süddeutsche Zeitung”, divulgados também na quinta-feira.

Em contrapartida, no Saarland, os casos de contágio abancam mais rapidamente e duplicam a cada 6,2 dias.

Os números do Instituto Robert Koch foram atualizados às 08:10 de hoje (06:10 em Lisboa), mas continuam abaixo dos da Universidade Johns Hopkins, que tem um método mais dinâmico de recolha de dados.

Nos valores registados pela universidade, a Alemanha terá 84.794 infetados, ultrapassando o número de pessoas infetadas na China - 82.432 - e torna-se o quarto país mais afetado pela covid-19, atrás dos Estados Unidos (243.453), da Itália (115.242) e da Espanha (112.065), segundo dados da instituição americana.

Além disso, há cada vez mais médicos e profissionais de saúde entre os casos confirmados de contágio, com mais de 2.300 infetados neste momento, segundo dados da Robert Koch divulgados pelas televisões públicas regionais NDR e WDR e o “Süddeutsche Zeitung”, que indicam que o número de doentes pode ser ainda maior.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 52 mil. Dos casos de infeção, cerca de 190.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal registaram-se 209 mortes associadas à covid-19 e 9.034 casos de infeção confirmados, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Portugal iniciou às 00:00 de hoje a renovação do estado de emergência devido à pandemia de covid-19 por mais 15 dias, até 17 de abril, abrangendo o período da Páscoa.

Como é que o sabão destrói o vírus? Dúvidas sobre a lavagem das mãos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.