A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) foi adiada para os dias 27 a 31 de maio, após as entidades públicas de turismo e várias associações do setor terem cancelado a sua participação no evento, anunciou hoje a organização.

“A Fundação AIP, em articulação com o Governo (Ministério da Economia) e as associações mais relevantes no setor do turismo concluíram que, face a este novo enquadramento, deixaram de estar reunidas as condições para poder assegurar a realização da BTL 2020 nas datas originalmente previstas. Assim, com o objetivo de corresponder aos anseios e necessidades de promoção do setor do turismo, entendeu a Fundação AIP adiar a BTL 2020 para os próximos dias 27 a 31 de maio”, lê-se num comunicado divulgado hoje.

A BTL estava originalmente agendada para os dias 11 a 15 deste mês.

secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, tinha admitido esta manhã que estavam a ser feitas diligências no sentido de adiar a feira. "Estamos todos juntos a tentar que o evento seja adiado, para que possamos continuar a trabalhar no mesmo registo de normalidade, que tem sido o privilegiado até aqui".

Na quarta-feira, o Turismo de Portugal anunciou o cancelamento da sua participação presencial na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), a exemplo das estruturas regionais de turismo do continente, Açores e Madeira e de outras sete associações do setor.

De acordo com um comunicado a que a agência Lusa teve acesso, aquelas entidades "entendem que, atentas as últimas recomendações da Direção-Geral da Saúde no que toca à organização de grandes eventos e ponderadas todas as condicionantes, não estão reunidas as condições para manter a sua participação na BTL 2020 na data prevista para a sua realização, seja através de stand próprio seja através dos diversos eventos inicialmente programados".

No texto, o Turismo de Portugal frisa, no entanto, que “cientes da importância” da Bolsa de Turismo de Lisboa – agendada para 11 a 15 deste mês – “e considerando o facto de este ser o momento de encontro entre muitos compradores e fornecedores do setor, muitos internacionais”, as 15 entidades signatárias do comunicado “estão a envidar os melhores esforços para manter algumas das ações previstas em formato digital, sem prejuízo da possibilidade de o evento poder decorrer noutra data se assim for decidido”.

Para além do Turismo de Portugal, assinam o documento a Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores e a sua congénere de Turismo e Cultura da Madeira, para além das entidades regionais de turismo do Algarve, Alentejo, Centro de Portugal, Região de Lisboa e Porto e Norte de Portugal.

O comunicado engloba ainda a Associação de Turismo dos Açores, Associação de Promoção da Região Autónoma da Madeira, Associação Turismo do Algarve, Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo, Associação Turismo de Lisboa - Visitors and Convention Bureau, a Agência Regional de Promoção Turística do Centro de Portugal e o Centro de Inovação do Turismo (NEST).

Veja em baixo o mapa interativo com os casos de coronavírus confirmados até agora

Se não conseguir ver o mapa desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, siga para este link.

Acompanhe aqui, ao minuto, todas as informações sobre o coronavírus (COVID-19) em Portugal e no mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.