Dedicar um dia inteiro ao seu bem-estar é o melhor presente que pode dar a si mesma em qualquer altura do ano.

Diga adeus ao telefone, ao trabalho, à vida social e familiar. Como? Entre no banho e transforme-o no spa mais glamoroso e sofisticado da cidade.

O conceito de spa não é novo. Já é usado desde o tempo dos romanos, que se submergiam em banheiras de água quente para curar as suas feridas de guerra. Actualmente, os spas também proporcionam uma cura integral para as novas feridas de guerra da nossa sociedade, nomeadamente o ritmo trepidante, nervos à flor da pele, contracturas musculares, stress descontrolado...

Se lhe apetecer desfrutar de um spa sozinha, à hora que quiser, fazê-lo em casa não é difícil. Entre no banho e entregue-se ao relaxamento. Preparada? Tome nota!

Esqueça-se de tudo e de todos. Não marque uma hora para o fim do banho. Escolha um momento em que saiba que não tem nenhum plano para depois. Descalce os sapatos, sobretudo se usou saltos altos o dia todo. E calce uns chinelos suaves para que os seus pés descomprimam.

Defina que aromas quer cheirar. Se gosta deles mais refrescantes ou doces; se o que pretende é encher-se de energia ou favorecer o sono. O mesmo para a música. Faça uma selecção que a transporte para momentos especiais. Para ter uma ideia, nas termas e spas, habitualmente, reproduzem peças de música clássica, chill out ou sons da Natureza.

Preste atenção às cores. Dinâmicas como o vermelho e o cor-de-laranja para aumentar a energia ou o azul e verde para proporcionar relaxamento. Use-as em toalhas, flores, velas e plantas.

Disponha tudo perto da banheira, nomeadamente a lufa (esponja natural), massajador, máscara... tudo o que a fizer sentir-se confortável. Deixe as toalhas e o roupão sobre o toalheiro aquecido para manter o calor corporal quando sair do banho.

As condições de banho ideais

Encha a banheira com água a uma temperatura que lhe agrade. Os especialistas recomendam que não ultrapasse os 34º C. Se tiver hipertensão, seja cautelosa e pergunte ao seu médico se pode tomar um banho prolongado. Seja qual for o caso, não convém ficar no banho muito tempo.

Vinte minutos são mais do que suficientes para relaxar e tonificar a sua pele.
De outra forma, a pele seca e a sua tensão arterial ressente-se. Pode baixar rapidamente, causando-lhe uma desagradável sensação de tonturas e debilidade.

Nas cidades, a água costuma ter bastante calcário ou ser muito clorada (aquilo que se conhece como água dura). Para a suavizar, acrescente duas colheres de aveia coloidal (à venda na farmácia) à água do banho. Junte à água do banho óleos essenciais escolhidos especialmente para esta ocasião. Vão hidratar a sua pele e os seus princípios activos vão beneficiá-la.


Veja na página seguinte: Elementos relaxantes a ter por perto

Acenda uma vela grande ou várias velas pequenas e coloque-as num lugar seguro, longe de toalhas e tapetes de banho, de onde não caiam.

Para além disso, pode usar outros elementos que a façam sentir-se bem, como acender incenso (pode encontrá-lo em sticks, cones ou em pó). As pedras de cores, conchas do mar, flores frescas ou secas, frascos de vidro para o champô ou gel de banho também contribuem para criar ambiente.

Se já tratou da decoração, apague a luz e submerja na água, apoiando a cabeça numa almofada colocada na beira da banheira. Aproveite este momento para fazer massagens com os nós e as pontas dos dedos no corpo todo, começando nos tornozelos, em sentido ascendente, para activar a circulação.

Também pode fazê-lo com uma esponja ou lufa (esponja vegetal, feita com fibras de uma espécie de pepino chamada loofah, mais higiénica e eficaz do que as plásticas). Começando pelos pés, vá massajando com movimentos circulares ascendentes. Siga o mesmo procedimento nas pernas. Os movimentos rotativos devem ser feitos sempre em direcção ao coração (a favor da circulação de retorno).

Preste especial atenção aos cotovelos, aos joelhos, aos calcanhares, aos tornozelos e às costas (use uma escova com um cabo comprido), e a qualquer outra zona do corpo que note estar áspera. Esfolie-as a fundo com um produto específico.

Lave a cara e aplique uma máscara esfoliante. Aproveite o vapor da água quente para a deixar actuar. Obterá melhores resultados se, ao mesmo tempo, colocar uma máscara de gel frio para descansar os olhos e as têmporas. Mantenha a máscara esfoliante durante o tempo que estiver indicado no rótulo e enxagúe depois com muita água.

Os programas da maioria das termas incluem duches energizantes depois do banho. Anime-se. Você pode reproduzir este tratamento! Aplique um jacto de água morna (e depois um pouco mais fria) para activar os seus músculos e circulação. Comece pelos pés e vá subindo com movimentos ligeiramente circulares até ao pescoço e ombros, passando pelas pernas, tronco e braços.

Quando acabar, evite usar um sabonete para tirar o excesso de óleo, uma vez que anula o seu efeito emoliente. Se insistir em usá-lo, prefira um elaborado com óleos hidratantes.

Quando se secar, deixe algumas gotas de água no corpo para que a emulsão que se produz entre a água e o óleo penetre na pele. Dê umas palmadinhas com as mãos para activar a circulação. Para finalizar, aplique uma camada generosa de loção hidratante no corpo todo.

Os melhores aliados para transformar o seu banho num spa de luxo

Velas
Vão contribuir para dar um toque especial e único à sua casa de banho e, sobretudo, para criar um ambiente propício ao relaxamento. Pode encontrá-las em todos os tamanhos, formas e aromas, mas para relaxar as melhores são as arredondadas, sem ângulos nem arestas afiadas.

Quanto à cor, o verde e o azul têm um efeito sedativo por excelência. Por outro lado, o cor-de-laranja, para além de apaziguar tensões, fornece energia. Use algumas velas flutuantes que pode colocar numa jarra grande, num local seguro, para dar glamour ao seu banho. As brancas pequenas proporcionam simplicidade e calma.


Veja na página seguinte: Os melhores sais de banho

Sais de banho
São preparados à base de sal marinho e costumam ser utilizados como aromatizante durante o banho. Podem incluir aromas naturais, pétalas de flores ou frutas.

Todos têm um ligeiro efeito esfoliante e alguns, como os do Mar Morto, possuem efeitos terapêuticos.

Quando os comprar, aconselhe-se com um especialista em cosmética, para saber quais terão os melhores efeitos em si.

Sabonetes e géis de banho
Seguindo a tradição artesanal, os sabonetes são fabricados através de um longo e cuidadoso processo de calor indirecto (banho Maria), normalmente, a partir de uma base de glicerina.

Se vai usar o sabonete ou gel no banho e se já escolheu um ou mais óleos essenciais, é melhor que este não tenha aroma, para não saturar
o olfacto. Os mais recomendáveis são os sabonetes ou géis neutros, que não alteram o pH da pele. Os vegetais (à base de alecrim, eucalipto, tomilho, etc...) podem ser uma boa escolha, mas alguns são mais indicados para determinados tipos de pele. Confira nos rótulos.

Óleos essenciais
São utilizados há muito tempo para tratar doenças, melhorar cosméticos, presentear os deuses... Provêm de ervas e flores, e representam a energia principal da planta.

São voláteis e muito concentrados, pelo que não deve usar mais de oito gotas de cada vez. A luz e a temperatura alteram-nos facilmente, por isso convém protegê-los, conservando-os numa garrafa de vidro escuro e em local fresco.

Cada óleo tem propriedades únicas. Misturando uns com outros intensifica as suas qualidades e obtêm-se novos benefícios. Pode misturar os seus preferidos e personalizá-los mas, no começo, deixe-se aconselhar por um especialista, uma vez que nem todas as misturas são boas.

Texto: Madalena Alçada Baptista

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.