Cada som ou imagem que vê é uma ferramenta importante de aprendizagem.

 

As inúmeras combinações possíveis de formas, palavras e números estimulam o raciocínio da criança, levando-a a querer chegar sempre mais longe.

Puzzles, jogos de magia ou de construção são algumas estratégias que os ajudam a pensar, mas às vezes não precisa de muito para pôr as suas cabecinhas a funcionar. Basta uma pitada de desafio com uma boa dose de apoio à mistura para o resultado ser um êxito. Experimente! Comece, desde já, a habituar o seu filho a puxar pela cabeça. Tenha em conta que as idades referidas são meramente indicativas e podem variar de criança para criança.

Arranha-céus (1 ano)

Um conjunto de blocos empilháveis, caixinhas ou copos de plástico podem transformar o seu filho num engenheiro de sucesso com apenas um ano de idade. Além de favorecer o aperfeiçoamento de capacidades motoras, fazer construções fomenta o desenvolvimento cognitivo e criativo.

Assim, vista a pele de ajudante de obra e partilhe este momento de diversão. À medida que o seu nível vai melhorando pode aumentar a complexidade do jogo ensinando-lhe as cores e incentivando-o a selecionar os cubos, por exemplo.

O adivinho (3 anos)

Desafie as capacidades divinatórias do seu filho. Selecione um objeto que esteja, por exemplo, na sala num local visível e peça-lhe para adivinhar o seu pensamento. Dê-lhe algumas pistas como a cor do objeto, um pormenor e deixe-o tentar adivinhar o que é (continue a dar pistas para o ajudar). Uma vez terminado o jogo, inverta os papéis e diga à criança para lhe dar algumas pistas sobre o objeto em que ela está a pensar.

Números fugitivos (4/5 anos)

Um jogo simples que pode fazer usando apenas etiquetas autocolantes e uma caneta. Estabeleça um trajeto que a criança terá de fazer, escreva um número em cada etiqueta e disponha-as pela casa em locais visíveis e de fácil acesso.

Conduza a criança até à área a explorar e explique-lhe o objetivo: seguir as etiquetas pela ordem até chegar ao número final, por exemplo, o 10. Aí coloque uma recompensa (guloseima ou brinquedo pequeno). Neste jogo, podem também ser usadas etiquetas coloridas (menor grau de dificuldade) ou com as letras do abecedário, ideal para os mais crescidos.

O dia do ABC (+ 5 anos)

Aproveitando o entusiasmo que as crianças têm ao aprender as letras, ajude o seu filho a descobrir palavras. Primeiro peça-lhe para escolher uma letra do abecedário que será a letra do dia.

De seguida, repita o som da letra, dê exemplos de palavras começadas por ela e peça à criança que identifique objetos em redor que comecem pela mesma letra.

Numa versão mais complexa do jogo, pode escrever a letra do dia num caderno e pedir ao seu filho que desenhe os objetos que foi encontrando cujo nome se inicia por ela.

Texto: Manuela Vasconcelos

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.