Zé Pedro, o carismático guitarrista dos Xutos & Pontapés, confessou numa entrevista, a propósito do CD, “Convidado: Zé Pedro”, que reúne todas as colaborações que fez com outros músicos ao longo da sua carreira, que houve uma altura na sua vida em que “quando não tinha namorada, dormia com a guitarra”.

Para Zé Pedro, as guitarras são companheiras, “prolongamentos de coisas que me vão na alma” e por isso não tinha pudor em dormir com uma das suas “vinte e tal” guitarras quando não tinha namorada.

Admirador confesso de Keith Richards, guitarrista dos míticos Rolling Stones, diz que foi um filme sobre esta banda que o levou a escolher a guitarra e não outro instrumento, quando ainda era um adolescente. “O meu pai tinha uma guitarra lá por casa e acabei por pegar nela”, contou ele à revista Vidas.

Sobre o novo CD, rejeita a ideia de que seja um tributo ao seu talento, pois apenas utilizou o trabalho que outros lhe ofereceram. Confessa não ter jeito ou apetência para trabalhar a solo, pois sempre foi habituado a fazê-lo em grupo nos Xutos e é assim que se sente bem.

Bem-disposto, reconhece que se “impingiu” para algumas das colaborações presentes neste CD, como foi o caso da música “Palco de Feras”, com João Pedro Pais. E o mesmo aconteceu com o Palma’s Gang: “Piquei muito o Jorge para que nos juntássemos”, revelou Zé Pedro.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.