Esta quarta-feira, dia 1, Cristina Ferreira recebeu no seu programa na SIC o primeiro-ministro António Costa para falar sobre a atual crise que Portugal, à semelhança do resto do mundo, enfrenta por causa da pandemia do novo coronavírus.

"Guardo desta conversa a tranquilidade, a honestidade e simplicidade. Foi pouco o tempo para tantas perguntas e angústias. Tentei levar a voz de todos nas perguntas que fiz", começou por referir na sua conta de Instagram.

Entretanto, acrescenta: "Estamos no meio de um tsunami e não há bóias de salvação, volto a referir a frase de António Costa. Mas também a forma como os portugueses se têm comportado e como os outros países olham para nós e para a nossa gestão de crise".

Posteriormente, revela o que aconteceu após a conversa: "Tenho pena que não tenham assistido à conversa depois do fim do programa. Aí é privilégio meu de poder escutar para lá das câmaras o homem despido de capas".

"Sou jornalista de formação. Nunca deixei de o ser no fundo. Ainda que num programa de entretenimento. Onde a mensagem deve ser passada de forma leve (direta, simples), não deixando de ser séria. E um primeiro-ministro que tem noção do seu povo sabe onde ele está e de que forma lhe deve falar. Por isso, obrigada", completa.

Leia Também: Costa no 'Programa da Cristina': "Este mês é perigosíssimo"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.