Carmen Yáñez, também escritora e mulher de Luis Sepúlveda, despediu-se do companheiro com um emotivo poema, publicado no jornal El Comercio.

A história de amor do casal é um verdadeiro romance, como relata o referido jornal. Luis e Carmen casaram-se duas vezes, a primeira no Chile, em 1971, e a segunda em Gijón, no ano de 2004, depois de terem estado durante 20 anos sem se verem.

Esta semana, Carmen Yáñez perdeu o seu amor, uma dor que foi transmitida através da sua escrita.

Recorde-se que Luis Sepúlveda morreu esta quinta-feira, 16 de abril, vítima da Covid-19.

Veja o poema na íntegra:

"Ignorantes de la luz que circundaba la inocencia

éramos tan felices amor mío

con el calor de nuestras manos juntas

cruzando todos los caminos

y riéndonos de los obstáculos de piedra o granizo

que nos intentaban parar esa carrera irresponsable de la felicidad.

Éramos tan felices

y no nos enterábamos de la dimensión de la vida.

De la invisible amenaza, de la larga sombra del miedo,

no lo sabíamos nosotros, irreverentes.

Amándonos con proyecciones de futuro.

Hoy ya no pienso más allá de mañana cuando espero

tu prueba de vida dicha por otros"

Leia Também: Morreu o escritor Luis , vítima do novo coronavírus

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.