Com a morte do príncipe Filipe, uma das dúvidas que está a dominar a imprensa prende-se com o título que o marido da rainha Isabel II detinha desde que subiram ao altar, em 1947.

A tradição da monarquia britânica dita que apenas adquirem o título de rei os homens da linhagem. Deste modo, quando trocaram alianças, Filipe não se tornou rei, mas sim príncipe consorte e foi-lhe atribuído o título de duque de Edimburgo.

Com a sua morte, no passado dia 9 de abril, fica em aberto quem ficará com o ducado, uma vez que não existe uma regra específica para esta atribuição. O título é devolvido à Coroa e é depois atribuído novamente pela rainha.

Supõem-se que o próximo duque de Edimburgo seja um dos descendentes. A imprensa britânica sugere que seja Eduardo, o filho mais novo da Isabel II e do príncipe Filipe. Contudo, não existem ainda informações oficiais sobre o assunto.

Leia Também: Lady Louise, a adorada neta do príncipe Filipe

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.