Cláudia Vieira, que recentemente testou positivo à Covid-19, esteve no centro da polémica no fim de semana por ter partilhado na sua conta oficial de Instagram um conjunto de InstaStories com informações que davam conta de que a ingestão de alimentos alcalinos poderia ajudar a combater o novo coronavírus.

A informações gerou polémica entre os internautas, especialmente depois de a VOST Portugal - Associação de Voluntários Digitais em Situações de Emergência (Associação de Proteção Civil registada) - ter usado a sua conta de Twitter para pedir que a InstaStorie da atriz e apresentadora fosse denunciada como "notícias falsas".

"Está na hora de ir ao Instagram da Cláudia Vieira e dizer-lhe que a escala de pH só vai até ao 14 (e depois reportar a story como notícias falsas)", apontou a VOST Portugal.

Perante a polémica, Cláudia Vieira usou esta segunda-feira as suas redes sociais para fazer um esclarecimento público sobre a situação, onde admite o erro e assume que as notícias por si partilhadas não correspondiam na sua totalidade à verdade.

"Admito que sim, caí nas chamadas fake news. Confrontada com a realidade, só posso reiterar quão importante é confirmar a veracidade dos factos antes de os partilhar. Enquanto figura pública, sinto e sei que tenho responsabilidade acrescida em alertar para determinados temas, e foi com esse intuito que partilhei estas stories. Infelizmente, não se tratavam da realidade. Nesta area da desinformação, sou a prova de que é muito fácil 'cair em balelas', e hoje alerto para isso mesmo", começa por explicar a atriz, que quis usar o seu exemplo para alertar os seguidores a terem cuidado com as chamadas fake news.

"Confirmem sempre a informação antes de a partilhar. Verifiquem de onde ela vem, se as fontes são credíveis, se há estudos científicos que a comprovem e se os órgãos de comunicação de referencia estão de acordo", continua. "Tenham especial cuidado com informações propagadas através de whatsapp, pois é muito fácil escrever mentiras sobre seja o que for. No que toca à pandemia de Covid-19, confiem apenas nos dados fornecidos pela Direção-Geral da Saúde", alerta.

Por fim, Cláudia volta a assumir o erro: "Que esta situação sirva de lição e nos abra os olhos para sermos cidadãos mais responsáveis e informados. Eu inclusive", termina.

Leia Também: Cláudia Vieira, filha mais nova e namorado infetados com Covid-19

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.