O que é que a rainha Isabel II realmente pensou do caso do príncipe Charles com Camilla Parker Bowles? Segundo uma nova biografia sobre a monarca, na altura em que a princesa Diana ainda era viva, Isabel II não apoiou as ‘aventuras amorosas’ do filho.

O livro, que foi explorado pela publicação britânica Daily Mail, revela que na altura a rainha foi confrontada com a possibilidade de Camilla entrar para a família no verão em que morreu Diana, em 1997. A sua resposta foi bastante franca.

Nessa época e "após ter bebido vários martinis", Isabel II garantiu que não iria concordar com o adultério do filho, nem perdoaria Camilla por não ter deixado Charles sozinho na esperança de recuperar o casamento.

O livro, intitulado ‘Rebel Prince: The Power and Passion and Defiance of Prince Charles’, garante ainda que monarca disse que Camilla era “malvada”, para tristeza de Charles.

Apesar do caminho atribulado, o casal acabou por dar o nó em 2005, numa cerimónia bastante discreta.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.