Aquele que se apresenta como o primeiro festival inspirado pelo vinho português e que decorrerá nas margens do Rio Douro, no concelho de Lamego, assume-se, também, como um ecoevento, dotado de medidas de proteção e sensibilização ambiental.

Desta forma, o Wine & Music Valley, além do cartaz musical, grandes estrelas da cozinha nacional, a par de mais de 80 produtores de vinho durienses, propõe a implementação da recolha seletiva de embalagens no local, promoção e divulgação de iniciativas ambientais realizadas junto dos públicos do evento e realização de ações de formação e sensibilização junto dos produtores de resíduos e dos participantes do evento.

Wine & Music Valley: Um festival para saborear o Douro em tempo de vindimas
Wine & Music Valley: Um festival para saborear o Douro em tempo de vindimas
Ver artigo

No que à sustentabilidade diz respeito, o Wine & Music Valley para além da certificação como Ecoevento, adotará ainda uma série de medidas ambientais reconhecendo a fragilidade do local tendo em conta a proximidade com o rio Douro.

Desta forma, a organização adotou um plano de gestão de resíduos que inclui copos reutilizáveis com campanha de incentivo à reutilização dentro e fora do evento; a doação de sobras alimentares, em condições de segurança alimentar, a instituições que apoiem famílias carenciadas; doação dos materiais (lona, relva sintética, material cenográfico) a instituições para reutilização.

A equipa de limpeza vai assegurar que nenhum resíduo contamine o rio.

No que diz respeito à política de mobilidade sustentável estão a ser criadas parcerias, com empresas de transporte público, para a criação de rotas especificas com horários adequados, assim como uma campanha de promoção do uso de transportes coletivos, identificação de parques de estacionamento com serviço transfer até ao evento como alternativa ao veículo próprio. Existirá também um caminho pedonal desde o centro, e um parque para estacionamento de bicicletas dentro do recinto, para fomentar o uso das mesmas.

Para promover o conceito de festival acessível a todos os públicos, o festival irá implementar medidas de acesso ao recinto e espaços comuns, tais como a criação de estacionamento para pessoas com mobilidade reduzida, devidamente identificado e sinalizado. Haverá espaço adaptado para pessoas com mobilidade reduzida dentro do recinto com visibilidade para o palco e inclusão de transportes, na frota de shuttles e outros serviços de transporte coletivo, com condições para transportar pessoas com mobilidade reduzida.

Sobre o Wine & Music Valley

Os três palcos do recinto vão estar recheados de música, vinho e. Prova disso é o line-up do Douro Stage e do Wine Stage, que contam com artistas nacionais e internacionais tais como Bryan Ferry, Seu Jorge, Mariza, António Zambujo, Xutos e Pontapés, Salvador Sobral, Carolina Deslandes, Wet Bed Gang, Dj Vibe & Rui Vargas, The Black Mamba, HMB, Fogo Fogo, Xinobi & Anna Prior, entre outros.

Pelo Chef’s Stage, palco que coloca a gastronomia no centro do entretenimento, passarão espetáculos protagonizados por conceituados chefs, entre live cooking shows e degustações, com nomes Estrela Michelin como Rui Paula, Miguel Castro e Silva, Vítor Matos, e nomes que mostrarão o melhor da cozinha da região como Pedro Pena Bastos, Tiago Bonito e Tiago Moutinho. À mesa neste mesmo palco senta-se, também, a música.

No primeiro dia será Fernando Alvim o responsável pela banda sonora do Chef’s Stage e no segundo dia do evento a composição sonora fica a cargo do projeto Rua das Pretas, criado pelo franco-brasileiro Pierre Aderne, numa performance-tertúlia ao vivo que materializa, num só momento, o conceito do festival (ligando o vinho à música).

Dentro do recinto haverá, também, uma Wine Village dedicada aos produtores e vinhos da região, sendo já conhecidas as primeiras presenças: CARM, Ramos Pinto, Quinta da Pacheca, Porto Cruz, Quinta do Portal, Casa dos Varais, Adega de Favaios, 100 Hectares, Quinta da Rede, Casa dos Fontes, Quinta das Lamelas, Quinta do Mourão, Quinta da Barroca, Quinta do Pessegueiro, Quinta da Serôdia, Quinta Seara D’Ordens e Quinta de Cottas.

O Wine & Music Valley conta com o apoio à produção da Better World, empresa responsável pelo Rock in Rio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.