A Síndrome Pré-Menstrual designa um conjunto de alterações físicas e emocionais que aparecem, habitualmente, entre os 7 e os 14 dias que antecedem a menstruação.

Cerca de 75% das mulheres são afectadas por esta síndrome, embora apenas 5 a 8% da população feminina sofra de sintomas severos.

A origem desta alteração ainda é desconhecida, embora se apontem algumas razões que a explicam: desequilíbrio entre estrogénios e progesterona, excesso de aldosterona (provoca retenção de líquidos), descida dos níveis de açúcar, aumento da prolactina (hormona do leite) e factores psicológicos.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são dores de cabeça, tensão mamária, dor na região lombar, sensação de inchaço, distensão abdominal, irritabilidade, aumento da sensação de fome, falta de energia e/ou alterações do sono e do desejo sexual.

Tratamento

Não existe medicação específica para este transtorno. No entanto, a introdução de hábitos saudáveis no estilo de vida, sempre supervisionados por um ginecologista, ajudam a aliviar os seus sintomas.

Hábitos saudáveis

- Alimentação
Opte por alimentos de absorção
lenta, coma com mais frequência, evite os refrigerantes e as bebidas
alcoólicas, aumente a ingestão de fibra, reduza o consumo de sal e beba muita água.

- Medicamentos

Os diuréticos podem evitar o inchaço, os anti-inflamatórios como o ibuprofeno aliviam as dores pélvica e de cabeça, e a pílula é muito eficaz contra a generalidade dos sintomas.

- Exercício

A actividade física favorece a produção de endorfinas, as
hormonas do bem-estar, contribuindo para elevar o ânimo e reduzir a
ansiedade. Recomenda-se um passeio de 20 a 30 minutos em passo ligeiro,
três vezes por semana, para aliviar os incómodos da SPM.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.