A doença de Crohn pode afetar qualquer parte do aparelho digestivo, da boca ao ânus, enquanto que na colite ulcerosa a inflamação está limitada ao intestino grosso (chamado cólon) e ao reto. Logicamente que estas diferenças serão fundamentais para a evolução da doença.

Assim, a profundidade da lesão, as áreas afetadas, a presença de fístulas, a idade em que a doença se manifesta, as diarreias, as hemorragias, a intensidade das dores e dos vómitos, entre outros sintomas, são diferentes nas duas patologias.

Ambas as DII afetam, assim, o aparelho digestivo com características e evoluções diferentes. E no episódio de hoje de “Dar a Volta à DII”, o programa mensal da Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino (APDI), vamos ficar a saber o que é comum a ambas e o que as distingue.

A médica Paula Lago foi a convidada especial deste episódio. É responsável pela Consulta Diferenciada de Doença Intestinal Inflamatória do adulto, do Centro Hospitalar do Porto - Hospital de Santo António. E esteve à conversa com Marina Caldas sobre este tema, que suscita ainda tantas dúvidas mesmo entre as pessoas com DII.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.