O que sabe sobre o seu pâncreas?

Provavelmente, a primeira ideia que lhe vem à cabeça é Diabetes. De facto, a diabetes pressupõe um funcionamento deficitário do pâncreas, seja no tipo 1 em que as células pancreáticas não produzem insulina desde nascença, ou, no tipo 2, quando o pâncreas começa a produzir quantidades insuficientes de insulina ou de pouca qualidade.

Mais em detalhe, o pâncreas integra o nosso sistema endócrino e digestivo.

Do ponto de vista endócrino, esta glândula é responsável pela produção da insulina e do glucagon, as hormonas que ajudam do processo de sintetização e regulação dos açúcares no sangue (a insulina reduz e o glucagon faz subir). Assim, o funcionamento do pâncreas é crucial para que os nossos níveis de açúcar estejam regulados, evitando picos de índice glicémico. Os picos de índice glicémico vão acidificar-nos e desencadear processos inflamatórios, ao mesmo tempo que desgastam a função do pâncreas, pois é chamado a injetar mais insulina no sangue para equilibrar os níveis de açúcar.

3 dicas alimentares para cuidar do seu pâncreas, conheça-as!
Vegetais redondos como o nabo devem fazer parte de uma alimentação para a boa saúde do pâncreas.

A função endócrina do pâncreas está relacionada com a produção do suco pancreático e enzimas responsáveis por ajudar na digestão da proteína, açúcares e gorduras. Este processo faz com que os nutrientes que ingerimos passem para o intestino melhor “preparados” para a fase da absorção. Por isso, o pâncreas ajuda bastante a função do intestino, recebendo os nutrientes já decompostos, “preparados” e com a qualidade necessária para a assimilação.

Na prática, como pode promover o bom funcionamento do seu pâncreas?

1- Privilegie o consumo de vegetais redondos, tais como couves, nabo e beterraba. Idealmente cozinhados em muito pouca água, género estufado. Adicionalmente, evite comer em demasia à noite, para que a sua energia durante o sono se concentre na renovação e não na digestão.

Couves devem, idealmente, ser cozinhadas em água. créditos: Lifestyle

2- Introduza o millet ou milho painço na sua alimentação. É o cereal mais alcalino de todos, o que ajuda a alcalinizar o nosso organismo e sangue. É, também, muito rico em proteínas, fósforo (importante para combater as enxaquecas crónicas, problemas respiratórios e a nossa condição cardíaca) e vitaminas (magnésio e cobre). Por ser rico em ferro é diurético e antifúgico.

3- Deixe o açúcar refinado de parte.

açúcar

Um remédio caseiro que ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue e, por consequência, o funcionamento do pâncreas é o caldo de vegetais doces - bebido morno em jejum ou ao final do dia.

Recordo que o pâncreas integra tanto o sistema endócrino e digestivo, pois para além de produzir hormonas ajuda a sintetizar nutrientes para entrarem no processo digestivo. Desta forma, o pâncreas está intimamente ligado ao funcionamento do baço e do estômago, atuando em tripla com estes órgãos.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.