A necessidade de perder peso e de desintoxicar o organismo leva muita gente a procurar soluções. Denominada Dieta Fácil, esta é uma dieta de baixo valor calórico e de alta digestibilidade que permite reduzir alguma da gordura acumulada. O segredo para emagrecer está em restringir o consumo das famílias de alimentos de alto valor calórico devido ao seu elevado conteúdo em açúcares e gorduras saturadas e dos alimentos que fornecem mais calorias vazias.

Esta dieta estabelece  famílias de alimentos com alto valor calórico que devem ser eliminadas durante os sete dias da dieta. Entre eles destacam-se as farinhas (bolos, bolachas, pizza e pão doce, por exemplo) e os doces (chocolate, sobremesas, guloseimas, gelados com natas e sumos). Já entre os alimentos ricos em calorias vazias, destaca-se o álcool (cerveja, vinho e licores).

Em alternativa, propõe alimentos ricos em vitaminas e fibra, mas baixos em calorias, que ajudam o organismo a desintoxicar-se, obrigando-o a recorrer às suas reservas de gordura para obter o fornecimentos de energia de que necessita para continuar a funcionar. Veja também a galeria de imagens com plantas, frutos e mezinhas naturais que emagrecem e conheça 10 trocas que emagrecem.

Quantos quilos faz perder?

A perda de peso varia de pessoa para pessoa, dependendo do metabolismo de cada um, do historial de dietas e de perdas de peso. Mas para que a perda de peso seja saudável não deverá ultrapassar um quilo por semana.

A quem se recomenda?

Esta dieta é ideal para quem precisa de perder pouco peso rapidamente, já que permite fazê-lo de forma saudável e com um esforço mínimo. É óptima, por exemplo, para eliminar os excessos cometidos depois de uma época festiva ou de um fim-de-semana gastronómico.

Por norma, qualquer pessoa saudável pode seguir a Dieta Fácil, uma vez que as suas ementas são completas e equilibradas, fornecendo todos os nutrientes de que o corpo precisa para poder funcionar. Esta dieta não deve, no entanto, ser seguida durante mais do que o tempo previsto porque, a longo prazo, não assegura na totalidade as necessidades do organismo.

Lembre-se que, apesar de ser muito fácil de seguir (as refeições são simples e podem ser feitas quer em casa quer num restaurante), esta dieta deve servir o objetivo pontual de perder algum peso rapidamente. Cumprido esse objetivo, é fundamental, para manter os resultados obtidos, manter uma alimentação cuidada aliada à prática de exercício físico.

Como combater os (possíveis) sabotadores da sua dieta

Veja esta dieta como uma forma fácil e eficaz de partir para uma gestão continuada e equilibrada do peso. Se, mesmo depois de ter seguido esta ementa durante sete dias, não consegue perder peso, talvez esteja a negligenciar alguns fatores que conspiram contra os seus esforço para emagrecer:

- Analise o que come

Se escolher alimentos muito calóricos não emagrecerá mesmo que coma pouco. No entanto, pode comer muitas verduras e perder peso.

- Procure o equilíbrio

Inclua muitas frutas e verduras na sua dieta, limite o consumo de cereais e doces e escolha gorduras boas (peixe, azeite e frutos secos).

- Respeite os horários

Coma, pelo menos, cinco vezes por dia e não salte nunca nenhuma refeição. Faça-as mais abundantes de manhã e mais ligeiras à tarde e à noite.

Veja na página seguinte: Estratégias para aproveitar melhor esta dieta

Estratégias para aproveitar melhor esta dieta

Pode substituir um alimento por outro semelhante. Em vez de carne de vaca, pode escolher frango, ou pode trocar uma fruta ou uma verdura por outra de que goste mais. Não deve ainda prolongar esta dieta por mais de sete dias e lembre-se de que deve pesar-se no início e no final, sem roupa e em jejum. Ainda que a dieta não limite algumas quantidades, deve ser prudente nas porções. E não se esqueça que aquilo que não está incluído na ementa é proibido.

O que deve ingerir todos os dias

O pequeno-almoço e o lanche são os mesmos durante os sete dias que dura a dieta. Não os deixe de tomar, nunca:

- Pequeno-almoço: Infusão ou café (com adoçante) e uma peça de fruta.

- Lanche: Infusão (com adoçante) ou leite magro e fruta.

Ementa para 7 dias

- Segunda-feira

Almoço: Verduras salteadas com alho e um fio de azeite. Bife de vitela grelhado. Duas peças de fruta.
Jantar: Truta cozida. Consommé de legumes ou salada de tomate. Uma peça de fruta.

- Terça-feira

Almoço: Salada mista ou consommé. Tortilha com dois ovos.
Jantar: Salada com duas batatas médias e um tomate temperado com um fio de azeite e limão. Uma peça de fruta.

- Quarta-feira

Almoço: Escolha entre carne de vitela, frango ou peixe no forno ou grelhado.
Jantar: Feijão verde com tomate ou refogado com alho e azeite.

- Quinta-feira

Almoço: Uma chávena de arroz cozido salteado com cogumelos e um fio de azeite. Uma tortilha de dois ovos. Duas peças de fruta.
Jantar: Peito de frango grelhado. Salada variada.

- Sexta-feira

Almoço: Espargos com vinagrete. Quatro costeletas de borrego pequenas ou um bife de fígado de vitela grelhado. Duas peças de fruta.
Jantar: Ervilhas com presunto e um fio de azeite. Consommé.

- Sábado

Almoço: Salada de cenoura ralada com um fio de azeite ou brócolos ou salada de um abacate. Choco grelhado. Queijo fresco.
Jantar: Um bife de vitela. Uma chávena de arroz cozido.

- Domingo

Almoço: Consommé. Um bife de fígado ou truta cozida. Salada de chicória com um fio de azeite, duas peças de fruta.
Jantar: Tortilha com dois ovos. Queijo fresco. Duas peças de fruta.

Texto: Fernanda Soares com revisão científica de Marisa Costa (dietista no Hospital de São João no Porto)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.