Quer perder peso, mas a sua balança persiste em não sair do mesmo valor. Fica intrigada porque mesmo com uma alimentação sem excessos, não consegue perder um grama.

Um verdadeiro mistério que parece não ter solução. Será?

Provavelmente não contabilizou a lista total de alimentos que ingeriu durante o dia. Contou com aqueles quadradinhos de chocolate que acompanharam o seu café ou a mão-cheia de batatas fritas que engoliu à pressa na hora de almoço? Tenha uma noção mais clara de alguns desses valores, clicando aqui.

Estudos recentes revelam que a maioria dos norte-americanos faz uma estimativa calórica quarenta por cento abaixo daquilo que realmente ingere. Se aplicarmos esta estatística ao nosso regime alimentar, o mistério do peso que não desaparece ganha contornos bem mais simples.

Reunir pistas

Intrigado com a discrepância entre a dieta que temos e a que julgamos ter, Charles Stuart Platkin, um especialista em saúde pública, resolveu criar Diet detective, um movimento que procura alertar para o efeito que cada pequeno erro alimentar tem no total diário das calorias que ingerimos.

Este verdadeiro Sherlock Holmes da nutrição lançou o livro «Diet Detective´s Count Down» onde consta uma lista de 7500 alimentos, dispostos lado a lado com o tempo necessário para queimar as suas calorias através de exercícios como corrida, yoga, dança, natação e caminhadas.

Da lista negra, fazem parte itens comuns nos restaurantes, cadeias de fastfood e produtos que encontramos em qualquer supermercado. Segundo o autor, se cada um de nós souber o tempo que precisa de correr para eliminar uma simples bolacha, decerto que pensará duas vezes antes de a comer.

Investigação contínua

O movimento diet detective, ao contrário de outros métodos de emagrecimento e dietas, não oferece um plano nutricional, apostando antes numa mudança de comportamento.

Baseando-se na sua experiência como antigo obeso, Charles Stuart Platkin recomenda um ajuste de comportamento alimentar começando por manter um registo diário dos alimentos consumidos, o que permite perceber os que estão a mais.

A partir daí, será mais fácil corrigir os erros alimentares e perder peso. Se necessita de um pequeno incentivo, lembre-se que um corte de 100 calorias no valor total de calorias ingeridas diariamente pode significar 4,5 quilos a menos no espaço de um ano.

Para além do livro, existe um site (www.dietdetective.com) onde é possível encontrar informação actualizada sobre nutrição, um blog do autor e uma secção que ensina a substituir certos alimentos por outros menos calóricos, as chamadas pechinchas calóricas.

Texto: Paula Nascimento

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.