É uma fruta proibida em muitas dietas por se considerar pesada, devido à sua grande quantidade de hidratos de carbono, uma vez que contém aproximadamente 23 gramas por banana. Mas não tem por que engordar, se a ingerir, sem exageros, em quantidades adequadas. Na realidade, de acordo com a Tabela da Composição de Alimentos do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, em Lisboa, a banana é rica em potássio.

Além disso, esta fruta fornece muita água (72 gramas), pelo que ajuda a eliminar líquidos. E só tem 95 calorias por 100 gramas, que é o peso aproximado de uma banana média. Para além disso, tem um elevado poder saciante, proporcionado pela fibra (3 gramas). Aproveite-a para saciar a fome ao lanche ou a meio da manhã. Deverá, contudo, evitar a sua ingestão depois de uma refeição rica em gorduras.

Nesse caso, o seu organismo acumulá-las-ias rapidamente. Porquê? A explicação é aparentemente simples! "A banana é rica em hidratos de carbono, os macro-nutrientes que são metabolizados mais rapidamente pelo organismo, para lhe fornecer energia. Os restantes macronutrientes ingeridos em simultâneo, como as gorduras, são armazenados sob a forma de gordura corporal", explica a nutricionista Magda Roma.

É o que acontece, por exemplo, num prato de massa à carbonara. "A massa é metabolizada para fornecer energia caso o nosso corpo necessite e o molho e respetivo bacon são metabolizados para serem armazenados sob forma de gordura corporal", explica a especialista. Um estudo suíço realça ainda os benefícios deste fruto na prevenção de úlceras e de determinados cancros, como é o caso do cancro do rim.

Texto: Fernanda Soares com revisão científica de Magda Roma (nutricionista)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.