A principal ação que faz com que o nosso corpo aumente de temperatura para conseguir este efeito é a atividade física.

Praticar atividade física regularmente ou frequentar um ginásio são, juntamente com uma alimentação equilibrada, a chave para perder peso de forma saudável e progressiva.

Nutricionista indica que mulheres grávidas não devem comer estes 10 alimentos
Nutricionista indica que mulheres grávidas não devem comer estes 10 alimentos
Ver artigo

Certos alimentos, devido às suas propriedades, atuam como elevadores da temperatura corporal e levam o nosso metabolismo a funcionar mais depressa na altura de os digerir, o que aumenta a queima de calorias em relação a uma digestão normal.

Estes alimentos contêm normalmente compostos como a capsaicina, a efedrina ou a cafeína que não só facilitam a queima de gorduras, como ajudam a reduzir consideravelmente o nível de colesterol.

20 exemplos de alimentos termogénicos 

Mas também existem especiarias e sementes com efeito termogénico. São elas:

Pimenta negra: a piperina é o elemento fundamental da pimenta. A sua função é estimular os recetores do sistema nervoso e bloquear a formação de novas células de gordura. A sua absorção é ainda melhor se a combinamos com outras especiarias como o caril ou a curcuma.

Gengibre: além das suas propriedades termogénicas, é um potente anti-inflamatório natural.

Sente a barriga inchada? Saiba quanto demora a digerir estes 15 alimentos
Sente a barriga inchada? Saiba quanto demora a digerir estes 15 alimentos
Ver artigo

Mostarda: pode chegar a acelerar o metabolismo até ao dobro do seu funcionamento habitual.

Canela: quando se produzem variações bruscas de insulina ou açúcar no sangue, temos sensação de fome. A canela contribui para regular os níveis de glicose no nosso organismo e mantê-los estáveis.

Quinoa: além da sua ação queima gordura, contém proteínas e fibra.

Aveia: contém minerais, atua como antioxidante e contém fibra. Este alimento produz sensação de saciedade e melhora as digestões, normalizando os níveis de triglicéridos e glicose.

Sementes de linhaça: aportam-nos uma grande quantidade de Ómega 3, o que nos fornece gorduras boas e são benéficas frente ao colesterol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.