A operação consistiu na colocação de uma válvula que drena o sangue excedente no crânio. O bebé sofria de uma hidrocefalia, uma acumulação anormal de líquido no interior do crânio, escreve o Correio da Manhã.

Segundo o Jornal de Notícias, a cirurgia durou cerca de duas horas e meia e foi bem-sucedida.

A criança já saiu do bloco operatório e está em estado considerado estável.

Rodrigo, que ficou conhecido como o bebé sem rosto, ficará no Hospital de São Bernardo em observação durante cerca de duas semanas, refere este jornal.

Rodrigo nasceu a 7 de outubro de 2019 sem olhos, nariz e parte do crânio.

Durante a gestação, a progenitora fez três ecografias com um obstetra que a seguia numa unidade privada em Setúbal, a clínica Ecosado. A mãe nunca foi informada acerca da existência de qualquer malformação no bebé.

A médico em causa aposentou-se este ano após a abertura de um processo disciplinar pela Ordem dos Médicos que chegou a determinar a sua expulsão daquela organização.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.