"São necessárias mais estações de medição, designadamente junto à Siderurgia Nacional, em Pinhal de Frades e em Amora, de forma a garantir uma cobertura uniforme e real e que reflita a situação real no que diz respeito ao ar que se respira", refere a autarquia em comunicado.

A autarquia, liderada por Joaquim Santos (PCP), aprovou esta tomada de posição em reunião do executivo e vai enviá-la para o Ministério do Ambiente.

Leia ainda15 consequências das alterações climáticas para a saúde

Leia tambémOs 10 lugares mais poluídos do mundo

"O sistema nacional de monitorização da qualidade do ar contempla uma única estação de medição no município, situada em Aldeia de Paio Pires, e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo alega que a estação de medição do Laranjeiro, pela sua localização, é representativa da qualidade do ar que se respira nas zonas urbanas do município do Seixal", explica o documento.

A autarquia indicou que tem feito "todos os esforços" junto das entidades competentes para garantir um efetivo controlo da qualidade do ar e defender a saúde e a qualidade de vida das populações, apesar de não ter competências na avaliação da qualidade do ar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.