A ação do Núcleo Regional do Centro da LPCC "de reforço das infraestruturas desta unidade hospitalar no combate à pandemia pela covid-19 permitirá uma maior proteção dos doentes oncológicos", salienta a instituição, em comunicado enviado à agência Lusa.

Citado na nota, o presidente do núcleo, Vítor Rodrigues, salienta que o donativo se "insere na estratégia de continuar a auxiliar as instituições de saúde mais vocacionadas para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento do doente oncológico".

Para o dirigente, esta iniciativa é complementar ao "apoio social, emocional, jurídico que o Núcleo do Centro da LPCC tem vindo a reforçar na Região Centro".

"As salas de pressão negativa funcionam como uma câmara de biossegurança individual, em pressão negativa, para isolamento eficaz de doentes infetados, evitando a contaminação cruzada e reduzindo o contágio", explica o comunicado.

A nível global, a pandemia de COVID-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.

Portugal regista 599 mortos associados à COVID-19 em 18.091 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.