A Comissão Nacional de Saúde chinesa informou também que foram registados 99 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, um aumento face aos 46 reportados no sábado.

Dos 99 novos casos, 97 tiveram proveniência do estrangeiro, os chamados casos “importados”.

Pequim tinha lançado um veto temporário à entrada de cidadãos estrangeiros no país a 28 de março, porém, a media ainda não levou a uma redução do número de casos “importados”, que já são 1.280.

Segundo a Comissão Nacional de Saúde chinesa, o número de doentes dados como recuperados foi de 50, nas últimas 24 horas, havendo um total de 1.138 pessoas infetadas naquele país asiático, o que leva a uma interrupção na tendência de redução do número de pessoas contaminadas na China.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já provocou mais de 107 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, quase 345 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Os Estados Unidos são o país que regista o maior número de mortes, contabilizando 20.071 até hoje, e aquele que tem mais infetados, com perto de 520 mil casos confirmados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.