O organismo europeu (ECDC, na silga inglesa) acrescenta que ainda é necessária informação adicional para avaliar de modo completo as formas de transmissão deste novo coronavírus, numa publicação no seu ‘site’ que hoje foi atualizada.

O número de vítimas mortais do novo tipo de pneumonia viral na China subiu hoje para seis, com a morte de mais dois pacientes, enquanto o número total de infetados ascendeu a 291.

Fonte primária do vírus será animal

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que "a fonte primária mais provável" de transmissão é animal, tendo os primeiros casos surgido em pessoas que contactaram com um mercado de pescado na cidade chinesa de Whuan. Contudo, o vírus assume "transmissão limitada entre seres humanos através de contacto próximo".

Quinze funcionários hospitalares também apresentaram teste positivo para o vírus, anunciou a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan. A comissão tinha dito, na semana passada, que nenhum dos funcionários que teve contacto próximo com os pacientes tinha sido infetado.

Entretanto, a OMS convocou para quarta-feira uma reunião de peritos para avaliar se o surto de coronavírus na China constitui uma emergência de saúde pública internacional.

Em declarações aos jornalistas, Marta Temido garantiu, esta manhã, que a Direção-Geral de Saúde (DGS) prestará mais esclarecimentos sobre o assunto se assim se justificar. "Estamos a acompanhar a situação com grande atenção", declarou a ministra citada pela TSF.

"Hoje há uma reunião da Organização Mundial de Saúde (OMS) que terminará com mais informação. Nós próprios estamos a instalar algumas respostas específicas, mas a Direção-Geral de Saúde irá dando mais pormenores", adiantou Marta Temido.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.