Apesar do milagre, os médicos estão pessimistas sobre as possibilidades de sobrevivência do bebé.

Os funcionários de uma agência funerária do distrito de Pan'an, uma província do leste, preparavam a cremação do bebé quando, de repente, ele começou a gemer, relata uma TV local citada pela agência de notícias France Presse.

O bebé tinha sido declarado morto na véspera, tendo passado 15 horas no frigorífico do necrotério, a uma temperatura de -12 graus.

A criança está neste momento internada numa unidade de cuidados intensivos da região.

O caso aconteceu durante o fim de semana de festas do Ano Novo lunar chinês.

Depois de nascer, no início de janeiro, o bebé passou 23 dias numa incubadora devido a malformações congénitas.

Segundo relata a imprensa local, antes de o bebé ser colocado na câmara frigorífica, o pai envolveu a criança com roupa de lã e um saco de dormir.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.