Numa altura em que mais de um milhão de portugueses não tem dentição, segundo o Barómetro da Saúde Oral de 2021, os implantes dentários surgem como a solução de maior proximidade aos dentes naturais. Contudo, e apesar de esta ser uma opção cada vez mais habitual, continuam a surgir algumas dúvidas nas consultas de avaliação em Medicina Dentária.
 
“A colocação de implantes dentários é um procedimento acessível que pode ter um papel muito importante não só na autoestima e saúde oral, pela reposição de estética e função mastigatória, mas também na qualidade de vida e saúde geral, por influenciar de forma direta a nutrição e, logo, todos os sistemas orgânicos”, afirma Bruno Queridinha, médico dentista na MALO CLINIC Porto.
 
Nesse sentido, o médico dentista explica algumas das dúvidas mais comuns acerca dos implantes dentários:
 
1. Colocar implantes dentários é doloroso? – O procedimento para colocação de implantes dentários é realizado com recurso a anestesia, por isso é indolor. É normal haver um desconforto após a cirurgia, para o qual são dadas instruções pós-operatórias e os recursos necessários, nomeadamente medicação: analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos.
 
2. Qualquer pessoa pode fazer implantes dentários? – O primeiro e mais relevante passo no começo de qualquer tratamento é um diagnóstico correto da condição oral do paciente e a elegibilidade para colocação de implantes dentários, ou seja, decidir se se trata de um caso que deve ou não fazê-los. Se sim, a avaliação médica, entre outros aspetos do planeamento, é outro passo importante antes da realização de qualquer procedimento cirúrgico. É indispensável a recolha da história médica, que vai gerar uma base de informação relevante e específica de cada paciente (a medicação que toma, as doenças de que padece, as alergias que tem), para que se possa, em segurança, realizar o procedimento de colocação de implantes. Com base nesses dois pressupostos é definido um plano de tratamento, sendo que é raro alguém que necessite de implantes dentários não o poder fazer.
 
3. Um implante dentário pode falhar? Quais os riscos associados? – A taxa de sucesso da colocação de implantes dentários é muito elevada, posicionando esta forma de reabilitação como a mais indicada na grande maioria dos casos sem dentição, total ou parcial. Ainda assim, a saúde de um implante dentário está dependente das mesmas circunstâncias que a saúde de um dente natural. Os mesmos fatores que podem prejudicar um dente natural, como por exemplo mau controlo de placa bacteriana, saúde geral debilitada, certos hábitos como o tabagismo, também vão reduzir os mecanismos de defesa ao redor de um implante, pelo que todos estes aspetos devem ser revistos de forma a diminuir a possibilidade de complicações futuras.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.