Os movimentos da ioga são feitos numa sala aquecida até 40 graus, como se fosse uma sauna, por isso se chama 'hot ioga'. O corpo quente fica mais flexível, a circulação é activada e conseguem-se executar as posturas com mais facilidade.

De acordo com os especialistas, esta modalidade ajuda a tonificar, a eliminar toxinas e a aliviar o stress. Também aumenta a capacidade de concentração e queima calorias (entre 600 a 900 em comparação com as 400 de uma aula de ioga normal).

O criador desta modalidade é o indiano Bikram Choudhury, que nos anos 60 começou a dar aulas num estúdio em Los Angeles, na Califórnia. Desenvolveu a terapia para curar uma inflamação no joelho.  Ao fazê-la regularmente, auxilia os praticantes no combate a doenças como artrite, asma, bronquite, insónia e depressões.

Segundo os professores, não há limite de idade. O importante é obedecer aos sinais do corpo e ingerir bastante água, durante e depois das aulas, para se manter hidratado. Comer alimentos ricos em potássio, cálcio e magnésio são essenciais para compensar a perda de sais minerais através do suor.

Muitas celebridades internacionais como George Clooney, Madonna, Jennifer Aniston, Lady Gaga ou Daniel Craig são fãs desta modalidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.