O Valados de Melgaço Alvarinho – Vinificação Natural 2016, com assinatura da dupla de enólogos, José António Lourenço e Fernando Moura, chega ao mercado numa produção limitada de três mil garrafas. Um néctar que, de acordo com o produtor minhoto “apresenta-se rico em aroma com um balanço notável de fruta, sem perder noção de frescura”.

Um vinho fruto de uvas provenientes de vinhas novas e vinhas velhas, que fermentou sem adição de sulfitos e que contou com técnicas de vinificação natural, tendo feito estágio sobre borras finas em contacto com madeira durante oito meses. Contou, adicionalmente, com três meses de estágio em garrafa.

É natural e chega em edição limitada o novo Valados de Melgaço Alvarinho de 2016

De acordo com Artur Meleiro, administrador da Valados de Melgaço, esta nova referência “é o resultado da procura da mais genuína expressão do terroir de Monção e Melgaço. Aplicamos o saber tradicional para sustentar o futuro ao trabalharmos a casta Alvarinho no seu expoente máximo e darmos a conhecer, cada vez mais, a Região Demarcada dos Vinhos Verdes”.

O Valados de Melgaço Alvarinho – Vinificação Natural 2016 veio juntar-se a outras sugestões da marca como, o Quinta de Golães – Colheita Selecionada Branco 2016, Quinta de Golães – Escolha Tinto 2016, Valados de Melgaço Alvarinho – Reserva 2016, Valados de Melgaço Alvarinho – Reserva 2015, Valados de Melgaço Alvarinho – Reserva 2014 e o Valados de Melgaço Espumante Alvarinho – Reserva 2015 Extra Bruto.

O lançamento do Valados de Melgaço – Vinificação Natural 2016 foi uma das grandes novidades deste ano da marca, que contou também com o Valados de Melgaço Espumante Alvarinho – Reserva 2015 Extra Bruto, apresentado no mês de maio.

O produto tem um preço por garrafa de 17,00 euros.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.